baby.jpg
Baby do Brasil

Bernadete Dinorah de Carvalho Cidade nasceu em Niterói, Rio de Janeiro no dia 18 de julho de 1952, conhecida também como Baby Consuelo. Nascida em uma família de classe média alta de Niterói, ainda na infância se mudou para o Rio de Janeiro, onde foi criada. Ela sempre foi interessada por música. Os pais se opuseram, queriam que seguisse uma carreira tradicional. Por intermédio de parentes, aprendeu a tocar violão ainda na infância, chegando a vencer um festival de música de Niterói aos 14 anos. Os conflitos com os pais se intensificaram no final da adolescência, pois eram controladores. Aos 17 anos, deixou uma carta aos pais e fugiu de casa. Decidiu ir para Salvador, onde estava se expandindo o movimento rock no Brasil. Com a falta de uma moradia para viver, ela morou debaixo da ponte de Piatã. Começou a pedir para cantar em bares em troca de comida, e isso agradou os comerciantes, pois cantava muito bem e viram seu estabelecimento lotar. Por uma grande sorte, conheceu Luiz Galvão, Paulinho Boca de Cantor e Moraes Moreira, uma banda musical em início de carreira. Juntos, formaram a banda Os Novos Baianos em 1969, iniciando sua carreira como cantora na banda. Bernadete Dinorah precisava escolher um nome artístico bem revolucionário para combinar com a banda, e optou por Baby Consuelo, em referência ao filme Meteorango Ki, Herói Intergalático do diretor André Luis Oliveira. Em 1969, Baby conheceu o guitarrista Pepeu Gomes, que se tornou seu primeiro namorado.

 

Com poucos meses de namoro, foram morar juntos na casa dele, e no ano seguinte, em 1970, casaram-se oficialmente em Salvador. Os Novos Baianos lançou o seu primeiro álbum, É Ferro na Boneca, em 1970. Baby foi a primeira mulher a subir num trio elétrico no carnaval da Bahia. O trabalho musical colocou a banda na mídia nacional. Pouco tempo depois, a banda se mudou para o Rio de Janeiro, e se estabeleceu em um sítio do bairro carioca de Jacarepaguá, onde foi composto o álbum, Acabou Chorare, lançado em 1972, eleito pela revista Rolling Stone Brasil como o melhor álbum de música brasileira de todos os tempos. Baby e Pepeu saíram da banda em 1978, iniciando carreira solo. O seu primeiro álbum solo, O Que Vier Eu Traço, lançado em 1978 pela Warner Music, alcançou grande sucesso. O seu segundo álbum solo, Pra Enlouquecer, foi lançado em 1979, com o seu primeiro grande sucesso, a canção “Menino do Rio”, de Caetano Veloso, composta exclusivamente para Baby. Na capa, Baby aparece ao lado de quatro de seus filhos, Riroca que trocou seu nome para Sarah Sheeva, Zabelê, Nana Shara e Pedro Baby. Os quatro se tornaram músicos, e as três garotas viriam a formar a girl band SNZ. O seu sexto álbum, Krishna Baby, foi lançado em 1984, e na contracapa do álbum aparece o seu quinto filho que deu nome ao álbum. O seu sétimo álbum, Sem Pecado e Sem Juízo, foi lançado em 1985, e o seu sexto filho Kriptus Baby aparece na capa do álbum. Baby e Pepeu Gomes se divorciaram em 1988.

 

Em 1994, Baby parte para a Espanha para fazer o Caminho de Santiago de Compostela, e em 1995, foi lançado o seu livro, Peregrina – Meu Caminho no Caminho, onde ela retratou toda a sua passagem. No mesmo ano, ela trocou de nome artístico para Baby do Brasil, mas até hoje é conhecida pelos dois nomes. O seu nono álbum, Um, foi lançado em 1997 pela BMG. Logo em seguida, Baby fica sem um contrato de gravação. No mesmo ano, Os Novos Baianos reúne sua formação original e lançam o álbum duplo ao vivo, Infinito Circular. O seu primeiro álbum solo acústico, Acústico Baby do Brasil, foi lançado em 1998 pela GPA Music, um selo alternativo, que foi gravado 2 anos antes. Baby se batizou, se tornando evangélica, e mantendo sua carreira de cantora ao mesmo tempo em que se tornou pastora do Ministério do Espírito Santo de Deus, em Nome do Senhor Jesus Cristo, fundado por ela em 5 de abril de 2000. Após uma temporada dedicada à música gospel, em 2012 ela se apresentou no Vivo Open Air, no Jockey Club carioca, interpretando clássicos de sua carreira com arranjos do seu filho, o músico Pedro Baby. O show, Baby Sucessos, contou com a participação de Caetano Veloso, com quem cantou a canção “Menino do Rio”. Em janeiro de 2014, Baby do Brasil e o filho Pedro Baby registraram o show que marca o retorno da cantora aos palcos seculares, realizado no Imperator Centro Cultural João Nogueira, no Rio de Janeiro. O DVD, Baby Sucessos - A Menina Ainda Dança, foi lançado em 2015. Em dezembro de 2015, Os Novos Baianos anunciou um retorno com a formação original.