Cazuza

Agenor de Miranda Araújo Neto, nasceu no Rio de Janeiro no dia 4 de abril de 1958. Foi um cantor, compositor, poeta e letrista brasileiro. Filho de João Araújo, produtor fonográfico e de Lucinha Araújo, Cazuza recebeu o apelido mesmo antes do nascimento. Agenor, seu verdadeiro nome foi recebido por insistência da avó paterna. Cazuza sempre teve contato com a música. Cazuza cresceu no bairro do Leblon. No final de 1979 fez um curso de fotografia na Universidade da Califórnia em Berkeley, Estados Unidos. Em 1980 retornou ao Rio de Janeiro, onde ingressou no grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone no Circo Voador. Foi nessa época que Cazuza cantou em público pela primeira vez. O cantor e compositor Leo Jaime, convidado para integrar uma nova banda de rock, indicou Cazuza para os vocais. Daqueles ensaios na casa do tecladista Maurício Barros, nasceu o Barão Vermelho. Em julho de 1985, durante os ensaios do quarto álbum da banda, Cazuza deixou o Barão para seguir carreira solo. Em outubro de 1985, Cazuza é internado para ser tratado por uma pneumonia, e exigiu fazer um teste de HIV, do qual o resultado foi negativo.

 

O seu primeiro álbum solo, Exagerado, foi lançado em novembro de 1985. "Exagerado", a faixa-título composta em parceria com Leoni, se torna um dos maiores sucessos. A canção "Só As Mães São Felizes" foi vetada pela censura. O seu segundo álbum, Só Se For A Dois, foi lançado em 1987 pela PolyGram. Cazuza foi internado com pneumonia, e um novo teste revelou que o cantor era portador do vírus HIV. Em outubro, Cazuza foi internado na Clínica São Vicente, no Rio de Janeiro, para ser tratado por uma nova pneumonia. Em seguida, ele é levado pelos pais aos Estados Unidos. Lá, foi submetido a um tratamento a base de AZT durante dois meses no New England Hospital, de Boston. Ao voltar ao Brasil no começo de dezembro de 1987, Cazuza inicia as gravações do seu terceiro álbum, Ideologia, lançado em 1988. A canção "Ideologia", foi eleita pela revista Rolling Stone como a 83ª melhor canção brasileira. Os shows se tornam mais elaborados e a turnê do álbum, dirigido por Ney Matogrosso, viajou por todo o Brasil. O álbum ao vivo, O Tempo Não Pára, gravado no Canecão durante esta turnê, foi lançado em 1989.

 

O álbum se tornou um grande sucesso comercial. A faixa "O Tempo Não Pára" tornou-se um de seus maiores sucessos. O show também foi lançado em VHS pela Rede Globo. Em fevereiro de 1989, Cazuza declarou publicamente que era soropositivo, ajudando assim a criar consciência em relação à doença e aos efeitos dela. Compareceu na cerimônia do Prêmio Sharp numa cadeira de rodas, e recebeu os prêmios de melhor canção para "Brasil" e de melhor álbum para Ideologia. O seu quinto álbum, Burguesia foi gravado com o cantor numa cadeira de rodas e com a voz nitidamente enfraquecida. É um álbum duplo, sendo o primeiro disco com canções de rock brasileiro e o segundo com canções de MPB. Burguesia foi o seu último álbum. Cazuza recebeu o Prêmio Sharp póstumo de melhor canção com "Cobaias de Deus". Em outubro de 1989, depois de quatro meses a base de um tratamento alternativo em São Paulo, Cazuza partiu novamente para Boston, onde ficou internado até março de 1990 voltando depois para o Rio de Janeiro. No dia 7 de julho de 1990, Cazuza faleceu aos 32 anos por um choque séptico causado pela AIDS. No ano seguinte, o álbum póstumo, Por aí, foi lançado em 1997. Cássia Eller lançou o álbum, Veneno AntiMonotonia, que traz somente composições de Cazuza

 Rockdigital