Marina Lima

Marina Correia Lima nasceu no Rio de Janeiro no dia 17 de setembro de 1955. É uma cantora e compositora brasileira. Marina, junto com a sua família com 5 anos se mudou para Washington, nos EUA onde viveria até os 12 anos, pois o seu pai, Ewaldo Correia Lima, era economista do Banco Interamericano de Desenvolvimento. Neste período ganhara um violão do pai. Marina é irmã de Roberto, economista, e de Antônio Cícero, poeta e filósofo. Ela iniciou a carreira em 1977, quando teve uma canção gravada por Gal Costa, "Meu Doce Amor". Decidiu musicar um dos poemas do irmão mais velho, Antônio Cícero e obteve reconhecimento. Marina e Cícero trilhariam uma parceria de sucesso. De volta ao Rio de Janeiro, assina um contrato e lança o seu primeiro álbum, Simples Como Fogo, lançado em 1979. O seu quinto álbum, Fullgás, foi lançado em 1984. O seu primeiro single, “Fullgás” se tornou o maior sucesso de sua carreira. A música terminou o ano de seu lançamento como a nona canção mais tocada no ano nas rádios do Brasil. No começo dos anos 1990, assina como Marina Lima, e não apenas Marina. Em 1991, lança o álbum, Marina Lima pela EMI-Odeon.

 

Marina Lima participou do especial Mulher 80 da Rede Globo, e participou do projeto Nordeste Já em 1985, pela causa da seca nordestina, unindo 155 vozes num compacto, de criação coletiva, com as canções "Chega de mágoa" e "Seca d´água". Após a morte do seu pai, no período de produção do álbum, O Chamado, lançado em 1993 e o cancelamento da turnê do seu álbum seguinte, Abrigo, de 1995, provocado por este e outros problemas pessoais, Marina entra em depressão. Na época alegava que o empecilho eram problemas nas cordas vocais. Mesmo neste estado, grava o álbum, Registros à Meia Voz, lançado em 1996. Em novembro de 1999, Marina fez um ensaio para a revista Playboy. Mais tarde Marina afirmou que o problema na voz foi devido erro médico. Em 2000, retorna aos palcos com Síssi na Sua, um espetáculo com influência teatral. Em 2001, Marina lançou o álbum, Setembro. Em 2003, o seu álbum, Acústico MTV, foi lançado pela EMI. O álbum foi certificado com disco de ouro.

 

Em outubro de 2005, Marina estreia o seu novo show Primórdios com duas temporadas, por duas semanas em São Paulo, seguida de outra temporada em janeiro. Em agosto de 2006, lança o álbum, Lá Nos Primórdios, com a voz mais firme e forte. Anuncia que está fazendo aula de canto e fono, para reaprender a usar a voz. Em novembro de 2006 registrou o seu show Primórdios em DVD com show fechado no Auditório do Ibirapuera em São Paulo. O DVD ainda se mantém inédito, sem data para lançamento. Em 2007, Marina sai em turnê com o Topo Todas Tour. O show foi encerrado na metade de 2008 e deu lugar ao Marina Lima e Trio em Concerto. Em 2011, após a morte da sua mãe, Marina se mudou para São Paulo, no bairro de Higienópolis, e lá compôs todas as canções do seu álbum, Clímax, lançado em meados do mesmo ano. A música "Pra Sempre", foi indicada ao VMB 2011 na categoria Melhor Música. No final de 2015, ela lançou o álbum, No Osso, registro ao vivo da turnê de voz e violão que vem fazendo desde o fim de 2014.

 Rockdigital