Serguei

Sérgio Augusto Bustamante nasceu no Rio de Janeiro no dia 8 de novembro de 1933. É um vocalista de rock brasileiro. Na infância, ele teve um amigo russo que lhe chamava de Sergei, uma variação de Sérgio em russo, porque tinha dificuldade em pronunciar seu nome corretamente, por isso o apelido ficou. Aos 12 anos, foi morar com Lia Anderson, sua avó materna, em Long Island, Nova York, onde participou de festivais estudantis. De volta ao Brasil, em 1955, trabalhou no Banco Boavista, onde foi demitido, e depois como comissário de bordo na Loyd Aéreo, Cruzeiro do Sul, Panair onde foi demitido após derrubar uma bebida em Gina Lollobrigida e também na Varig, sendo também demitido após uma bebedeira em Madrid. Em 1966, gravou o seu primeiro disco compacto, “As Alucinações de Sergei” / ”Eu não volto mais”. Voltou aos Estados Unidos onde começou sua carreira musical. Em 1969, esteve no Festival de Woodstock, e no final deste mesmo ano, o cantor afirma ter conhecido Janis Joplin, em Long Island, um dos motivos pelo qual ele ficou conhecido, e quando ela veio ao Brasil em 1970, Serguei a levou para conhecer o Porão 73 no Rio de Janeiro.

 

Em 1972, de volta ao Brasil, foi morar na cidade de Saquarema, no Estado do Rio de Janeiro, onde vive até hoje. O cantor entra em contradição cronológicas em suas entrevistas, não há como confirmar, uma vez que a própria cantora morreu em 1970. Em 1991, gravou o seu primeiro álbum, Coleção de Vícios, lançado pela RCA / BMG AriolaSerguei participou do Rock In Rio II em 1991 e Rock In Rio III em 2001. Fez também aparições como espectador no Rock in Rio IV e Rock in Rio V. Nos últimos anos, o cantor tem participado de diversos programas na TV. Em 2011, o Multishow produziu o programa "Serguei Rock Show", que contou com 10 episódios. Nesse mesmo ano, participou de alguns quadros do programa Show do Tom, da Rede Record, e em 2012, foi entrevistado no programa Agora é Tarde. Serguei é um dos artistas que mais teve convites e aparições no Programa do Jô, apresentado por Jô Soares, de quem é grande amigo. Considerado o roqueiro mais antigo do Brasil, Serguei faz shows até hoje ao lado de sua atual banda, a Pandemonium, que o acompanha desde 2008.

 

Em sua residência, na cidade de Saquarema, no Rio de Janeiro, foi criado o Museu do Rock, administrado por Serguei, constituído com peças de roupas, discos, prêmios, livros, cartazes, filmes em VHS e outros materiais sobre a vida do cantor. Sua residência é um ponto turístico da cidade. Em abril de 2013, sentindo fortes dores pelo corpo, Serguei foi internado no Hospital Nossa Senhora Nazareth, na cidade de Saquarema. No dia 8 de novembro de 2018. Serguei comemorou seus 85 anos em Curitiba com um show no Dom Capone Pizza RockSerguei morreu no dia 7 de junho de 2019, no Hospital Zilda Arns, em Volta Redonda no Rio de Janeiro, onde estava internado desde o fim de maio. Ele tinha 85 anos. De acordo com a direção do hospital, Serguei ficou 11 dias na UTI e morreu por problemas cardíacos, ocasionados por pneumonia, desnutrição e complicações senis.

 Rockdigital