Crowded House

É uma banda de rock australiana. O vocalista e guitarrista Neil Finn e o baterista Paul Hester eram ex-membros da banda neozelandesa Split Enz. Eles decidiram formar uma nova banda durante a primeira turnê de despedida da Split Enz no final de 1984. Nick Seymour se ofereceu para participar da nova banda. A The Mullanes foi formada em Melbourne no início de 1985 com Finn, Hester, Seymour e o guitarrista Craig Hooper. Eles se apresentaram pela primeira vez em 11 de junho, e assinaram um contrato com a Capitol Records, mas Hooper deixou a banda antes de se mudarem para Los Angeles para gravar o seu primeiro álbum. A pedido da Capitol, o nome da banda foi alterado para Crowded House. O seu primeiro álbum, Crowded House, foi lançado em 1 de agosto de 1986. O álbum inclui o singles "Don't Dream It's Over" que alcançou a segunda posição na Billboard Hot 100. O vídeo do single também ganhou o MTV Video Music Award de Melhor Artista Novo naquele ano. O seu segundo álbum, Temple of Low Men, foi lançado em 1 de julho de 1988. O Crowded House realizou uma pequena turnê pela Austrália e Canadá para promover o álbum.

 

Após a turnê, Finn demitiu Seymour da banda. O seu terceiro álbum, Woodface, que foi lançado em  julho de 1991. O seu quarto álbum, Together Alone, foi lançado em 11 de outubro de 1993. O Crowded House estava no meio de uma turnê nos EUA quando Paul Hester deixou a banda em 15 de abril de 1994. Em junho de 1996, em uma coletiva de imprensa para anunciar o lançamento do seu primeiro álbum de compilação, Recurring Dream: The Very Best of Crowded House, que foi lançado em 24 de junho de 1996, Neil revelou que a banda se separaria. Os concertos de junho de 1996 na Europa e no Canadá seriam suas apresentações finais. Após a separação em 1996, os membros iniciaram vários projetos. A banda fez o concerto Farewell to the World nos degraus da Sydney Opera House no dia 24 de novembro de 1996, que levantou fundos para o Sydney Children's Hospital. O álbum ao vivo, Farewell to the World, foi lançado em VHS em dezembro de 1996. Em 26 de março de 2005, Paul Hester foi encontrado morto, depois de se enforcar em uma árvore em um parque perto de sua casa em Melbourne. Ele tinha 46 anos.

Em 2006, Neil Finn pediu a Nick Seymour para tocar baixo em seu terceiro álbum solo. Foi decidido que o álbum seria lançado sob o nome do Crowded House. Em janeiro de 2007, o grupo anunciou publicamente sua reforma. O baterista Matt Sherrod se juntou na nova formação. A banda tocou no Marquee Theatre em Tempe, Arizona, em 26 de abril, e no Coachella Festival, em 29 de abril, em Indio, Califórnia. Eles também tocaram no concerto Australian Live Earth em Sydney, no dia 7 de julho. O seu quinto álbum, Time on Earth, foi lançado em 29 de junho de 2007. O seu sexto álbum, Intriguer, foi lançado em junho de 2010. O ex-baterista Peter Jones, morreu de câncer no cérebro em 18 de maio de 2012, com 49 anos. Em 2016, Neil Finn confirmou que o Crowded House está em hiato indefinido. A banda fez uma série de shows na Ópera de Sydney para marcar o 20º aniversário do show do Farewell to the World de 1996. Em agosto de 2019, a banda anunciou um show de reunião exclusivo na Austrália na edição de 2020 do Byron Bay Bluesfest. Logo depois, Mark Hart anunciou que não faria parte da reunião. Devido à pandemia do COVID-19, os shows tiveram que ser remarcados para o ano seguinte. 

 

 Rockdigital