Echo & the Bunnymen

 

É uma banda inglesa de pós-punk. Ian McCulloch iniciou sua carreira em 1977, com a banda Crucial Three, que também apresentava Julian Cope e Pete Wylie. Quando Wylie saiu da banda, McCulloch e Cope formaram a A Shallow Madness, com o baterista Dave Pickett e o organista Paul Simpson. Quando Cope demitiu McCulloch da banda, A Shallow Madness mudou seu nome para The Teardrop Explodes e McCulloch uniu forças com o guitarrista Will Sergeant e o baixista Les Pattinson para formar o Echo & the Bunnymen. Esta encarnação inicial da banda contou com uma bateria eletrônica. Em novembro de 1978, o Echo & the Bunnymen estreou no Eric's Club de Liverpool, aparecendo como o ato de abertura do The Teardrop Explodes. O seu primeiro single "The Pictures on My Wall" foi lançado pela Zoo Records em maio de 1979. A bateria eletrônica foi substituída por Pete de Freitas. O seu primeiro álbum, Crocodiles, foi lançado em 18 de julho de 1980 pela Korova Records. O seu segundo álbum, Heaven Up Here, foi lançado em 30 de maio de 1981, alcançando o Top 10 na UK Albums Chart. Em junho de 1982, o single "The Back of Love" alcançou a posição 19 na UK Singles Chart. Em julho de 1982, eles se apresentaram no primeiro festival WOMAD. Em 1983, o seu primeiro hit no Top 10 foi o single "The Cutter", que subiu para o número 8. O seu terceiro álbum, Porcupine, foi lançado em 4 de fevereiro de 1983.

 

O single "The Killing Moon”  foi lançado em 20 de janeiro de 1984 como o single principal de seu quarto álbum, Ocean Rain, que foi lançado em 4 de maio. O single é um dos hits de maior sucesso da banda, alcançando a posição 9 na UK Singles Chart. O álbum alcançou a quarta posição na UK Albums Chart. O Echo & the Bunnymen viajou pela Escandinávia em abril de 1985. No mesmo ano, a banda lançou o single "Bring on the Dancing Horses" que alcançou a posição 21 na UK Singles Chart. O baterista Pete de Freitas deixou a banda. O seu quinto álbum, Echo & the Bunnymen, foi lançado em 6 de julho de 1987. Foi gravado inicialmente com David Palmer o ex-baterista do ABC, mas quando de Freitas retornou em 1986, foi amplamente regravado. O álbum alcançou o número quatro na UK Albums Chart, e a posição 51 na Billboard 200. O seu único álbum a ter vendas significativas nos EUA. McCulloch deixou a banda em 1988. Pete de Freitas foi morto em um acidente de moto em meados de 1989. Pattinson e Sergeant recrutaram o vocalista Noel Burke e o baterista Damon Reece e o tecladista Jake Brockman, membro da turnê da banda há vários anos, foi promovido a membro titular. O seu sexto álbum, Reverberation, foi lançado em 13 de novembro de 1990. A banda se desfez em 1993. Em 1994, McCulloch e Sergeant começaram a trabalhar juntos novamente com o nome Electrafixion. Em 1997, Pattinson se juntou a dupla.

 

Em vez de continuar como Electrafixion, o trio ressuscitou o nome Echo & the Bunnymen. O seu sétimo álbum, Evergreen, foi lançado em 14 de julho de 1997, e alcançou o oitavo lugar na UK Albums Chart. Imediatamente antes do lançamento do próximo álbum, Les Pattinson deixou a banda para cuidar de sua mãe. O seu oitavo álbum, What Are You Going to Do with Your Life?, foi lançado em 5 de abril de 1999 pela London Records. O seu nono álbum, Flowers, foi lançado em 14 em maio de 2001 pela gravadora independente Cooking Vinyl Records. O seu décimo álbum, Siberia, foi lançado em 20 de setembro de 2005, e foi o primeiro álbum da banda a não entrar no Top 75 na Uk Albums Chart. Em 11 de setembro de 2006, o Echo & the Bunnymen lançou uma versão atualizada de sua compilação de 1985, Songs to Learn and Sing, re-intitulada, More Songs to Learn and Sing, e foi lançado em 11 de setembro de 2006. Em 1 de setembro de 2009, o ex-tecladista Jake Brockman morreu na Ilha de Man, quando sua moto colidiu com uma ambulância. Brockman tocou teclados para a banda durante os anos 80. O seu décimo primeiro álbum, The Fountain, foi lançado em 12 de outubro de 2009. O seu décimo segundo álbum, Meteorites, foi lançado em 3 de junho de 2014. Foi o primeiro álbum da banda no Reino Unido no Top 40 desde 1999, alcançando a posição 37 na UK Albums Chart. O álbum, The Stars, The Oceans & The Moon, foi lançado em 2018, com versões orquestrais retrabalhadas de material antigo e duas novas músicas.

 Rockdigital