Foi uma banda brasileira de rockabilly, doo-wop e surf music. A banda foi formada nos anos 70, inicialmente com o nome Zoo, mas foi no ano de 1982 que eles surgiram para o estrelato acompanhando o cantor Eduardo Dussek. Os músicos eram uma turma de amigos do Leblon, a maioria do mesmo prédio, que formaram a banda João Penca e seus Miquinhos Amestrados, com o nome mais ridículo que conseguiram pensar e dentro do espírito irreverente que caracteriza o brasileiro e, em especial o carioca. A banda foi formada por Bob Gallo, Avellar Love, Leo Jaime, Selvagem Big Abreu, Leandro Verdeal, Cláudio Killer, Del Rosa, Guilherme Hully Gully e Mimi Erótico. Na época Eduardo Dussek estava numa fase rock com temas engraçados, daí os Miquinhos participaram de seu álbum, Cantando no Banheiro, e do álbum seguinte, Brega Chique. O seu primeiro álbum, Os Maiores Sucessos de João Penca & Seus Miquinhos Amestrados, foi lançado em 1983 pela Barclay Records.

 

Foi o único lançamento da banda a contar com o tecladista Cláudio Killer, que morreu no dia 1 de dezembro de 1983, devido a um vazamento acidental de gás venenoso em seu apartamento enquanto tomava banho. Também foi o único com o guitarrista Léo Jaime, que se separou dos Miquinhos em 1984 para seguir carreira solo. O álbum conta com participações especiais de Ney Matogrosso, Lulu Santos e Chacrinha. O seu segundo álbum, Okay My Gay, foi lançado em 1986 pela RCA Victor. Foi o álbum mais comercialmente bem sucedido da banda. O seu terceiro álbum, Além da Alienação, foi lançado em 1988 pela RCA Records. O álbum conta com a participação de Virginie Boutaud, do Metrô, na faixa "Sem Ilusões". O seu quarto álbum, Sucesso do Inconsciente, foi lançado em 1989 pela gravadora Independente Esfinge. O álbum gerou o hit "Matinê no Rian", com participação de Paula Toller do Kid Abelha. O seu quinto e último álbum, Cem Anos de Rock n' Roll, foi lançado em 1990 pela Eldorado.

 

A canção "O Escopirão Escarlate" fez parte da trilha sonora do filme homônimo de 1990, no qual os Miquinhos fizeram uma participação especial. A sua primeira coletânea, A Festa dos Micos, foi lançada em 1993 pela Leblon Records. Foi o último lançamento da banda antes do seu rompimento, um ano depois. A sua segunda coletânea, Hot 20, foi lançada em 2000 pela BMG. Por volta de 2005, e por pouco tempo, Selvagem Big Abreu e Bob Gallo se juntaram à Otávio "Dôdo" Ferreira, Guilherme "Hully-Gully" Belletti e Arturo Marola para formar o grupo Os Pororocas. Avellar Love chegou a formar a banda Gorillas Selvagens, como em alguns eventos da Festa Ploc. Em 2007, o João Penca & Seus Miquinhos Amestrados se reuniu e voltou a fazer shows. Em dezembro de 2008 fizeram um show no Circo Voador no Rio de Janeiro na gravação do seu primeiro DVD, mas poucas semanas depois a banda voltou a se desfazer e o projeto foi arquivado.

João Penca e seus Miquinhos Amestrados

 Rockdigital