marcelo.jpg
Marcelo Nova

Marcelo Drummond Nova nasceu em Salvador, Bahia, no dia 16 de agosto de 1951. É um cantor e compositor brasileiro. Na infância, Marcelo era muito tímido e concentrava todas as suas horas livres em ouvir música. Foi nessa época que teve o primeiro contato com o rock and roll, quando pediu que seu pai lhe comprasse o álbum, Here's Little Richard de Little Richard. Aos 14 anos, Marcelo assistiu Raulzito e os Panteras tocarem ao vivo. Ele trabalhou com seu pai, que tinha uma clínica de fisioterapia, fazendo pedigrafia. Trabalhou também vendendo seguros antes de montar uma loja de discos chamada Néctar, em meados dos anos 1970. Com a loja de discos, Marcelo consegue um emprego em uma rádio de Salvador, a Aratu FM, no programa Rock Special. Com o programa de rádio, Marcelo Nova se torna conhecido fora da Bahia por pessoas no Rio e em São Paulo. No início dos anos 1980, ele vende o ponto da loja e, com o dinheiro, faz uma viagem para Nova York onde toma contato com o movimento punk. Ao voltar para o Brasil, Marcelo chama um amigo que tinha conhecido na TV Aratu, Robério Santana, para formar uma banda que tocasse rock and roll e punk rock. A banda Camisa de Vênus foi formada em 1980, com Marcelo Nova nos vocais, e após o lançamento do compacto “Controle Total” / "Meu Primo Zé" em 1982.

 

A banda fica famosa na Bahia o que lhes abre as portas para gravarem o seu primeiro álbum, Camisa de Vênus, lançado em 1983. Em 1984, durante um show do Camisa de Vênus no Circo Voador, a banda foi avisada que Raul Seixas viria para assisti-los e queria conhecê-los. O que acabou acontecendo foi uma festa com o Camisa de Vênus, mais Raul Seixas, tocando covers de clássicos do rock para quem compareceu ao show. A banda foi separada depois do quarto álbum, Duplo Sentido, lançado em 1987. Marcelo Nova junta vários músicos para formar uma banda de apoio para a sua carreira solo, a banda Envergadura Moral. Após ensaios e apresentações, a banda entra em estúdio e grava o seu primeiro álbum solo, Marcelo Nova e a Envergadura Moral, lançado em 1988. Em 1989, Marcelo Nova e Raul Seixas decidem gravar um álbum juntos e saem em turnê, realizando 50 shows. Mais tarde naquele ano seria lançado o segundo álbum da carreira solo de Marcelo Nova, A Panela do Diabo, que viria a ser o último álbum de Raul Seixas, lançado dois dias antes da sua morte. O seu terceiro álbum solo, Blackout, foi lançado em setembro de 1991, e com gravações realizadas no inverno do mesmo ano nos Estúdios Gravodisc, com a entrada de André Christovam no violão. Foi o primeiro álbum integralmente acústico da história do rock nacional.

 

O seu quarto álbum solo, A Sessão sem Fim, foi lançado em 1994, e recebeu o guitarrista Luis Sérgio Carlini. A banda Camisa de Vênus voltou a se reunir em 1995, e após novo fim em 1997, a banda se reuniria esporadicamente nos próximos anos. O Camisa de Vênus se reúne em 2009, mas em 2012, Marcelo Nova  entra na justiça para impedir que os membros restantes lancem mais álbuns utilizando o nome Camisa de Vênus. Em 2015, Marcelo Nova e Robério Santana anunciam um turnê pelos 35 anos da fundação do Camisa de Vênus. Em junho de 2016, após 20 anos sem lançamentos, a banda anuncia a turnê Dançando na Lua. Após a volta do Camisa de Vênus, Marcelo grava o seu quinto álbum solo, Eu Vi o Futuro, Baby. Ele É Passado, lançado em 1998 pela Abril Music. No ano seguinte, Marcelo Nova lança dois álbuns ao vivo a partir de dois shows selecionados por um fã, Luís Augusto Conde. Os álbuns, Grampeado em Público - Volume I, e o álbum, Grampeado em Público - Volume II, que foram lançados pelo selo independente Baratos Afins e foram distribuídos apenas nos shows que Marcelo Nova realizou pelo país. O seu sexto álbum, O Galope do Tempo, foi lançado em 2005. Em 2011, lançou o álbum duplo ao vivo, Hoje No Bolshoi, gravado no Bolshoi Pub, em Goiânia. O seu sétimo álbum, 12 Fêmeas, foi lançado em 30 de abril de 2013, inicialmente na iTunes Store