Marillion

É uma banda inglesa de rock progressivo. Em 1977, Mick Pointer se juntou ao Electric Gypsy, que também incluía Doug Irvine no baixo. Eles partiram para formar sua própria banda, Silmarillion, uma referência ao livro de J.R.R. Tolkien, no final de 1978. Eles fizeram seu primeiro concerto no Berkhamsted Civic Center, Hertfordshire, em 1 de março de 1980. Depois de uma alta rotatividade de integrantes nos primeiros anos, a formação se estabilizaria com a entrada de Diz Minnit no baixo, Steve Rothery na guitarra e Brian Jellyman nos teclados, pouco tempo depois. O nome foi encurtado para Marillion. A proposta inicial da banda era instrumental, mas com o tempo isso foi mudado, e Doug assumiu os vocais, e deixaria a banda no final de 1980. Para seu lugar foram recrutados o baixista Diz Minnit e o vocalista Derek Willian Dick, que logo adotaria o pseudônimo Fish. As primeiras gravações do Marillion foram duas demos gravadas em março e no verão de 1980. Em 1982, Diz Minnit dá lugar a Pete Trewavas, e Brian Jellyman é substituído por Mark Kelly. A banda assina com a EMI e Lança o seu primeiro single em 1982, "Market Square Heroes" e "Grendel" no lado B. O seu primeiro álbum de estúdio, Script for a Jester's Tear, foi lançado no Reino Unido em 13 de março 1983 pela EMI Records. O álbum alcançou a posição 7 na UK Albums Chart. É o único álbum de estúdio da banda a apresentar o baterista original  Mick Pointer, que foi demitido após a turnê britânica do álbum.

 

Ian Mosley é efetivado no posto. O seu terceiro álbum, Misplaced Childhood, foi lançado em 1985 e alcançou o topo na UK Albums Chart, Ele possui os dois singles do Marillion mais bem-sucedidos, "Kayleigh", que alcançou a posição 2 no Reino Unido, e  "Lavender", na posição 5. A turnê que se seguiu durou quase 2 anos. A situação interna da banda não era boa. Fish estava em atrito com os demais integrantes, e culminou na saída do vocalista em meados de 1988. Com a entrada do vocalista Steve Hogarth, veio o lançamento do seu quinto álbum, Seasons End em 1989. O ano seguinte foi todo na estrada, incluindo a primeira e consagrada visita da banda ao Brasil, em janeiro, quando se apresentou na segunda edição do festival Hollywood Rock, com shows no Rio de Janeiro e em São Paulo. O seu oitavo álbum, Afraid Of Sunlight, foi lançado às pressas, se tornando o último trabalho da banda com a gravadora EMI. O nono álbum, This Strange Engine, foi lançado em 1997 com pouca divulgação de sua nova gravadora, a Castle Records. A banda não conseguiu financiamentos para realizar sua turnê pelos EUA. A sua base de fãs norte-americana conseguiu arrecadar uma quantia para trazer a banda ao seu país. 

 

A banda, ainda insatisfeita com sua situação perante as gravadoras, arrecadou fundos para a gravação de seu próximo álbum através dos fãs ao aceitar pré-compras antes do álbum ter sido lançado. O seu décimo segundo álbum, Anoraknophobia, foi lançado em 2001. A banda decidiu utilizar novamente seus fãs para ajudar na arrecadação da produção do seu décimo terceiro álbum, Marbles, que foi lançado em 2004. Em 2008, é lançado Happiness is the Road, décimo quinto álbum, constituído de dois álbuns. Essence e The Hard Shoulder. Mais uma vez, a banda entra em turnê pela Europa. O  álbum, Less Is More, foi gravado de forma acústica, lançado pela própria gravadora da banda em 2 de outubro de 2009. Uma versão de varejo é distribuída pela Edel Music. Depois de três anos, em 2012, o Marillion lança o seu décimo sexto álbum, Sounds that can't be made, mais uma vez de forma independente, usando a pré-encomenda para financiar o álbum. O Marillion foi premiado com Banda do Ano no Progressive Music Awards em 2013 e em 2017. O seu décimo oitavo álbum de estúdio, Fuck Everyone and Run (FEAR), lançado em 23 de setembro de 2016. A banda fez o seu primeiro show no Royal Albert Hall, em Londres, em outubro de 2017. O seu décimo nono álbum, With Friends from the Orchestra, foi lançado em 2019.

 Rockdigital