The Calling

Foi uma banda de rock americana. A banda foi formada por Alex Band nos vocais e Aaron Kamin na guitarra, quando Kamin estava namorando a irmã do Alex. A dupla inicialmente começaram a escrever músicas até 1996, e criaram a banda Generation Gap. Nesta fase, a banda também tinha o saxofonista, Benny Golbin, dando às músicas um som mais jazzístico. Eventualmente, Alex e Kamin mudaram o nome da banda para Next Door. Eles começaram a se concentrar mais na composição de músicas e começaram a deixar fitas demo de novas músicas na caixa de correio de Ron Fair, um veterano executivo de negócios de música e o vizinho da banda. Em 1999, Fair ficou impressionado e fez a banda assinar um acordo com a RCA Records. Logo em seguida, eles mudaram o nome da banda para The Calling. Alex e Kamin não tinham uma banda sólida e, portanto, dificilmente faziam turnês e construíam uma base de fãs.

 

Fair trabalhou intensamente com Alex e Kamin por mais de dois anos. O guitarrista Sean Woolstenhulme, o baixista Billy Mohler e o baterista Nate Wood foram adicionados em 2001 como músicos extras e músicos de turnê. O seu primeiro álbum, Camino Palmero, foi lançado em 10 de julho de 2001, e rapidamente se tornou um sucesso devido à força do single "Wherever You Will Go". O álbum alcançou a posição 36 na Billboard 200. Em junho de 2002, Woolstenhulme deixou a banda e foi substituído por Dino Meneghin. Mohler e Wood deixaram a banda em outubro de 2002. A canção, "Wherever You Will Go", foi nomeada a canção Pop Adulto número 1 da década pela revista Billboard. O seu segundo álbum, II, foi lançado em 8 de junho de 2004 pela RCA Records, e alcançou a posição 54 na Billboard 200

 

Depois de uma longa turnê mundial em apoio ao álbum, Kamin e Alex decidiram colocar o The Calling em um hiato indefinido depois de tocar num show de despedida em Temecula, Califórnia em 2005. Alex então começou a perseguir uma carreira solo e tocou em shows ocasionais desde 2008, às vezes, sendo mal rotulado e mal interpretado como The Calling. Alex Band, juntamente com Sean Kipe reformaram o The Calling com novos membros e realizaram seu show de retorno no Atlantic City de Bally em 17 de agosto de 2013. Depois de apenas alguns shows, o grupo passou por um segundo hiato e desde então se separaram. Em 15 de agosto de 2013, oito anos desde seu show de despedida, o The Calling anunciou que iria voltar, para um novo álbum. Alex montou uma nova banda, e voltou com interpretações acústicas de seus maiores sucessos. 

 Rockdigital