É uma banda escocesa de rock alternativo. Os Irmãos Jim e William Reid formaram a banda em 1983, Inicialmente chamada The Poppy Seeds, e em seguida, Death of Joey, e finalmente The Jesus and Mary Chain. No início de 1984 recrutaram o baixista Douglas Hart e o baterista Murray Dalglish. Eles começaram a tocar ao vivo na primavera de 1984. A banda se mudou para Fulham, Londres, em maio. Alan McGee promoveu um show para a banda numa sala de estar em Londres, em junho. McGee assinou um contrato para a banda com a Criation Records, e também se tornou o gerente. Dalglish saiu da banda em novembro e foi substituído pouco depois por Bobby Gillespie. Em dezembro de 1984, a banda foi presa por posse de anfetaminas e Jim Reid também confessou ter usado LSD. O single "Upside Down" ficou no topo das paradas Indie do Reino Unido em fevereiro de 1985. Tocando para um público pequeno, durante shows iniciais, a banda realizou shows muito curtos, geralmente depois de consumir anfetaminas e tocando de costas para o público, recusando falar com eles. O sucesso de "Upside Down" fez com que a banda assinasse um novo contrato com a Blanco y Negro Records no início de 1985. Seu primeiro álbum, Psychocandy, foi lançado em novembro desse ano. O baterista Gillespie anunciou sua saída da banda e foi substituído por John Moore.

 

Em uma apresentação na TV belga em março de 1985, a banda destruiu o set e o equipamento de áudio da emissora, mas isso foi a pedido do produtor de TV. O single "Some Candy Talking" foi lançada em julho, e alcançou a posição 13 no Reino Unido. Em setembro de 1986, a banda se separou do gerente Alan McGee e chegou perto de se separar no final do ano, com Jim Reid sofrendo de exaustão. O gerente da gravadora, Geoff Travis, assumiu as funções de gerente, e a banda voltou em dezembro com dois shows no National Ballroom em Kilburn. No início de 1987, eles entraram no estúdio para gravar o seu segundo álbum, Darklands, que foi lançado durante a turnê em setembro. O single "April Skies" foi seu primeiro hit Top 10. A reputação perigosa da banda culminou em um show no RPM Club em Toronto, em novembro de 1987, quando depois de ser agredido por um grupo durante o show, Jim Reid jogou o microfone que atingiu duas pessoas. ele foi preso e passou uma noite na prisão. O terceiro álbum de estúdio da banda, Automatic, foi lançado em outubro de 1989. A rotatividade de músicos na formação do Jesus and Mary Chain continuou durante toda a sua carreira, sendo as únicos da formação original, os irmãos Reid. O seu quarto álbum, Honey's Dead foi lançado em 1992.

 

Após a Rollercoaster Tour para apoiar o álbum, a banda foi para os EUA, e se apresentou no Lollapalooza. O seu quinto álbum, Stoned & Dethroned, foi lançado em 1994. Em 1995, a Mary Chain se separou da gravadora Blanco e Negro, e voltou a assinar com a Criation Records. Eles então gravaram o seu quinto álbum, Munki, lançado em 1998. Em 12 de setembro de 1998, William teve uma queda no ônibus turístico com o guitarrista Ben Lurie antes de tocarem na House of Blues de Los Angeles. Jim apareceu no palco aparentemente bêbado e dificilmente conseguiu cantar. William caminhou para fora do palco e ficou 15 minutos em seu set, e o show terminou. O público foi mais tarde reembolsado. Em outubro de 1999 a separação da banda foi oficializada. Em 2005, Jim Reid apresentou novo material em shows com uma nova formação. Em março de 2014, a banda assinou de volta com Alan McGee para gerenciar novamente a banda. Eles tocaram no Coachella Festival em abril de 2007. A primeira apresentação britânica da banda desde a reforma foi no Festival Meltdown em junho. Em 2012, John Moore retornou a banda. Eles fizeram dois shows em Tel Aviv nos dias 19 e 20 de outubro. Em 2014 no Reino Unido, a banda estreou a turnê Psychocandy Live, que viajou até 2015 para comemorar o 30º aniversário do lançamento do primeiro álbum. O seu sétimo álbum, Damage and Joy foi lançado em 24 de março de 2017. O álbum alcançou o topo na UK Independent Albums.

The Jesus and Mary Chain

 Rockdigital