The Replacements

Foi uma banda americana de rock alternativo. O grupo foi formado em 1979, quando Paul Westerberg se juntou a The Impediments, uma banda punk de garagem fundada pelos irmãos Bob e Tommy Stinson e pelo baterista Chris Mars. O nome da banda foi mudada para The Replacements após serem banidos de um clube por começarem uma grande desordem. No início de carreira, o The Replacements era uma banda de hardcore. Logo após criarem uma certa reputação na cena local, assinaram um contrato com a Twin/Tone Records, de Minneapolis. O seu primeiro álbum, Sorry Ma, Forgot to Take Out the Thash, foi lançado em 1981. O álbum foi seguido pelo EP Stink. O seu segundo álbum, Hootenanny, foi lançado em 1983. O terceiro álbum, Let It Be, foi lançado em 1984, obtendo imenso sucesso de crítica. A Sire Records assinou um contrato com a banda em 1985. O primeiro álbum dos Replacements com o novo selo foi o quarto álbum, Tim, lançado em 1985. Logo no seu lançamento, o álbum obteve imenso sucesso entre os críticos. A banda se apresentou no Saturday Night Live, onde todos se apresentaram bêbados. Após a turnê do seu terceiro álbum, Bob Stinson foi expulso da banda, por seu vício exagerado em drogas e álcool.

 

A banda gravou como um trio em Memphis, no Tennessee, o seu quinto álbum, Pleased to Meet Me, lançado em 1987. Durante a turnê, Slim Dunlap foi escalado como guitarrista principal. Em 1989, a banda lançou o seu sexto álbum, Don't Tell a Soul. A banda estava livre dos vícios e admitiu que os anos consumindo drogas e álcool não permitiram que os Replacements trabalhassem em busca do sucesso. O seu sétimo álbum, All Shook Down, foi lançado em 1990, não passava de um disco solo de Paul, exceto pelo nome da banda que ainda estampava na capa. O baterista Chris Mars decidiu abandonar a banda. O baterista Steve Foley substituiu Mars. Com o fracasso do álbum e da turnê, o Replacements acabou encerrando suas atividades em meados de 1991. Em 1997, o álbum duplo de compilação, All For Nothing/Nothing for All, foi lançado pela Sire Records. O CD-duplo reúne faixas completamente remasterizadas dos grandes hits, b-sides e gravações ao vivo. No final de 2005, Paul, Tommy e Chris se reuniram e acabaram gravando duas novas canções que apareceram no novo álbum de compilação,, Don't You Know Who I Think I Was? - The Best of the Replacements, lançado no dia 13 de junho de 2006.

 

Após essa reunião, a especulação de uma possível volta começou a ser muito cogitada. Entretanto, nada de oficial foi declarado ou feito desde então. Steve Foley morreu em 2008 devido a uma overdose acidental de um medicamento prescrito. Em 3 de outubro de 2012, foi anunciado que o Replacements se re-formaram e que Westerberg e Tommy Stinson estavam no estúdio gravando o EP Songs for Slim que foi vendido em uma edição de 250 cópias e leiloado on-line para beneficiar o ex-colega de banda Dunlap, que havia sofrido um derrame. O Replacements fez seus primeiros shows em 22 anos no Riot Fest em Toronto nos dias 24 e 25 agosto de 2013. guitarrista e vocalista Dave Minehan e o baterista Josh Freese completaram a programação dos shows. A banda tocou dois shows no Coachella Valley Music and Arts Festival. Em 9 de fevereiro de 2015, a banda anunciou uma turnê de primavera nos Estados Unidos, e lançaram a música "Whole Foods Blues". No final da turnê, dois shows em Columbus e Pittsburgh foram inicialmente adiados por razões médicas, mas foram cancelados. Em 5 de junho de 2015, Westerberg anunciou no palco no festival Primavera Sound no Porto, Portugal, que era o show final da banda. 

 Rockdigital