É uma banda brasileira de rock. Em 1977, Herbert Vianna se mudou de Brasília para o Rio de Janeiro para fazer o Ensino Médio em um colégio militar e reencontrou Bi Ribeiro, amigo de infância. Os dois começaram a tocar juntos de forma amadora, Herbert tocava guitarra e Bi tocava baixo. Eles convidaram o baterista Vital Dias. Em 1979 os três amigos deixaram de se ver por conta do vestibular e só voltaram a se reencontrar em 1981. Os amigos trouxeram Ronel e Naldo como vocalistas da banda, que foi batizada originalmente como As Cadeirinhas da Vovó. Em 1982 os amigos decidiram se tornar uma banda profissional e passar a compor a sério, porém Ronel e Naldo não visavam seguir a carreira artística e saíram do projeto. Hebert se tornou o vocalista da nova banda, batizada como Os Paralamas do Sucesso, e começaram a realizar shows oficialmente. Em 1982, Vital faltou a uma apresentação na Universidade Rural do Rio e foi substituído por João Barone, que assumiu de vez o lugar na banda. Neste ano a banda enviou a demo da canção "Vital e sua Moto" para a rádio Fluminense FM, se tornando uma das mais tocadas na rádio no verão de 1983.

 

Em janeiro a banda abre os shows do Lulu Santos no Circo Voador, fato que chamou atenção da EMI, com quem assinaram contrato. No mesmo ano a banda lança o seu primeiro álbum, Cinema Mudo, lançado em 1983. Em 1984 a banda lançou o álbum, O Passo do Lui. A banda se apresenta na primeira edição do Rock in Rio. Em 1986, foi lançado o álbum, Selvagem?, o mais politizado. O álbum foi bem recebido e credenciou os Paralamas a tocar no Festival de Montreux, em 1987. O show no festival da cidade suíça viraria o primeiro disco ao vivo da banda, D. A novidade nesse álbum, foi a inclusão do 4º paralama, o tecladista João Fera, como músico de apoio. Ê Batumaré, é o primeiro álbum solo de Herbert Vianna lançado no ano de 1992 pela EMI. No fim de 1993, a banda viaja para a Inglaterra e gravam o álbum, Severino, lançado em 1994, que teve a participação do guitarrista Brian May do Queen na música "El Vampiro Bajo El Sol". Uma série de três shows, gravado no fim de 1994, viraria em 1995 o álbum ao vivo, Vamo Batê Lata. Foi o álbum de maior vendagem da carreira da banda. Em 1999, os Paralamas gravam o Acústico MTV. O álbum ganhou o Grammy Latino de 2000.

 

Em 4 de Fevereiro de 2001, um ultraleve pilotado por Herbert Vianna teve um acidente em Mangaratiba. A mulher de Herbert, Lucy, estava a bordo e morreu. Herbert ficou paraplégico, mas assim que ele mostrou que podia tocar, Bi e João resolveram voltar aos ensaios e gravar um disco cujas canções já estavam preparadas antes do acidente. O décimo álbum, Longo Caminho foi lançado em 2002. Em 2005, os Paralamas lançam o álbum, Hoje, o primeiro com músicas totalmente inéditas. Em 2008, os Paralamas completam 25 anos de carreira, comemorados com uma série de shows junto com os Titãs, também há 25 anos na estrada. Em 2013, a banda comemora 30 anos de carreira com uma turnê nacional em várias regiões do país. Em agosto de 2014, a banda lança o álbum ao vivo, Multishow ao Vivo Os Paralamas do Sucesso - 30 Anos, que registra em CD e DVD o espetáculo realizado durante a turnê de 30 anos no Citibank Hall, no Rio de Janeiro, no dia 26 de outubro de 2013. Em 3 de março de 2015, o ex-baterista Vital Dias morreu em decorrência de um câncer. Em 2016, a banda participou de uma turnê promovida pelo projeto Nivea Viva Rock Brasil, que ocorre anualmente desde 2012. 

Os Paralamas do Sucesso

 Rockdigital