rpalmer.jpg
rip.png
Robert Palmer

Robert Allen Palmer nasceu em Batley, na Inglaterra no dia 19 de janeiro de 1949. Foi um cantor e compositor, instrumentista e produtor musical britânico. Em 1949, Palmer se mudou com a família de Batley, para Scarborough. Influenciado quando criança pelo blues, soul e jazz na American Forces Radio, Robert Palmer ingressou em sua primeira banda, a The Mandrakes, aos 15 anos de idade, ainda na Scarborough High School for Boys. Sua primeira grande chance veio com a saída da cantora Jess Roden da banda The Alan Bown Set em 1969, após a qual Palmer foi convidado a Londres para cantar o single "Gypsy Girl". Os vocais para o álbum, The Alan Bown Set!, originalmente gravado por Roden e lançado nos EUA dessa maneira, foi regravado por Palmer após o sucesso do single. Em 1970, Palmer se juntou à banda de jazz e rock Dada, que contava com a cantora Elkie Brooks e seu marido Pete Gage. Depois de um ano, eles formaram a banda de soul / rock, Vinegar Joe, e se separarem em março de 1974. A Island Records assinou com Palmer um contrato solo em 1974. O seu primeiro álbum solo, Sneakin 'Sally Through the Alley, foi lançado em setembro de 1974. O álbum alcançou a posição 107 na Billboard 200. O seu terceiro álbum, Some People Can Do What They Like, foi lançado em outubro de 1976. O álbum alcançou a posição 68 na Billboard 200Palmer decidiu se mudar para Nassau, Bahamas, do outro lado da rua do Compass Point Studios.

 

O seu quarto álbum, Double Fun, foi lançado em março de 1978, com uma coleção de rock influenciado pelo Caribe. O álbum alcançou a posição 45 na Billboard 200 e o single do álbum, "Every Kinda People" alcançou a posição 16 na Billboard Hot 100. O seu quinto álbum, Secrets, foi lançado em junho de 1979. Inclui "Bad Case of Loving You (Doctor, Doctor)" alcançou a posição 14 na Billboard Hot 100. O álbum alcançou a posição 19 na Billboard 200 e a posição 54 no UK Albums Chart. O seu sétimo álbum, Pride, foi lançado em março de 1983. Quando o Duran Duran entrou em hiato em 1984, o guitarrista Andy Taylor e o baixista John Taylor se juntaram a Palmer  e ao Tony Thompson, ex- baterista do Chic, e formaram a banda The Power Station. O primeiro álbum do supergrupo, The Power Station, foi lançado em 25 de março de 1985 pela Capitol Records. O álbum alcançou o sexto lugar na Billboard 200 e a posição 12 na UK Albums Chart. A banda fez uma turnê e tocou no Live Aid, e depois Palmer abandonou a turnê para gravar o seu álbum solo. O seu oitavo álbum de estúdio, Riptide, foi lançado em novembro de 1985 pela Island Records. O álbum foi gravado durante um período de três meses no Compass Point Studios em Nassau, Bahamas. O álbum alcançou a quinta posição na UK Albums Chart e a oitava posição na Billboard 200. O single "Addicted to Love" alcançou o topo na Billboard Hot 100, bem como na Billboard Top Rock tracks. Em setembro de 1986, Palmer tocou "Addicted to Love" no MTV Video Music Awards de 1986 em Los Angeles.

 

O single ganhou o Grammy Awards na categoria de Melhor Performance Vocal Masculina de Rock. Preocupado com o aumento da criminalidade em Nassau, Palmer se mudou para Lugano, na Suíça, em 1987 e montou seu próprio estúdio de gravação. A revista Rolling Stone elegeu Palmer a estrela do rock mais bem vestida de 1990. O seu décimo álbum, Don't Explain, foi lançado em 5 de novembro de 1990. O álbum alcançou a nona posição na UK Albums Chart. O seu álbum de compilações, Very Best of Robert Palmer, foi lançado em 5 de outubro de 1995. O álbum alcançou a quarta posição na UK Albums Chart. Em 1995 ele se reuniu com outros membros da Power Station para gravar um segundo álbum da banda, Living in Fear, que foi lançado em 30 de setembro de 1996. O baixista John Taylor acabou desistindo do projeto, e foi substituído por Bernard Edwards. A banda tinham começado a turnê quando Edwards faleceu de pneumonia. O seu álbum ao vivo, Live at the Apollo, foi lançado em 2001, É uma gravação ao vivo no Apollo Theatre no Harlem, Nova York no dia 15 de dezembro de 1988. O seu décimo quarto e último álbum solo, Drive, foi lançado em 12 de maio de 2003. Robert Palmer faleceu de ataque cardíaco em um quarto de hotel em Paris no dia 26 de setembro de 2003, aos 54 anos.