Tears for Fears

É uma banda britânica de pop rock. Formada por Roland Orzabal na voz e guitarra e Curt Smith na voz e baixo. Vindos do grupo de ska Graduate, dissolvida no início da década de 80, o duo lança, contando com a participação de Ian Stanley nos teclados e Manny Elias na bateria. A dupla assinou contrato com a King's Outlaw Management Agency do gerente da banda, Paul King  em 1982, a agência também operou o fã-clube da banda, o Tears For Fears World Service, entre 1983 e 1986. No final da década de 1980, a agência tinha dívidas sérias e, após discrepâncias na administração financeira de King, Orzabal ficou cada vez mais preocupado com o fato de Smith não estar disposto a renunciar a King como gerente. O seu primeiro álbum, The Hurting, lançado em 7 de março de 1983. O álbum alcançou o topo na UK Albums Chart. Esse álbum é considerado o mais conceitual da banda, pela sua referência ao sofrimento emocional e à terapia do grito primal, desenvolvida pelo psicanalista Arthur Janov. O seu segundo álbum, Songs from the Big Chair, foi lançado em 25 de fevereiro de 1985. O álbum alcançou o número dois no Reino Unido e o número um nos EUA e Canadá. Também alcançou o número um na Alemanha e na Holanda. Os singles "Shout" e "Everybody Wants to Rule The World" alcançaram o topo na Billboard Hot 100

 

Depois do lançamento, a banda sai em turnê mundial. Durante essa turnê a dupla descobre Oleta Adams, que cantava em um bar de Kansas City, no Missouri. Impressionados com a sua voz, eles convidam Oleta para o seu terceiro álbum, The Seeds of Love, que foi lançado em 25 de setembro de 1989. O seu segundo single "Woman in Chains" alcançou o Top 40 no Reino Unido, Estados Unidos, Austrália, Bélgica, Irlanda, Itália e Nova Zelândia e o Top 20 no Canadá e o Top 10 França, Holanda e Polônia. O single contou com a participação especial de Phil Collins na bateria e Oleta Adams. Paul King declarou falência em 1990. As diferenças na dupla acarretam muitas brigas e a banda se separa. Após a partida de Smith, Orzabal manteve o nome da banda. A coletânea, Tears Roll Down (Greatest Hits 1982-1992), lançado em 2 de março de 1992. Orzabal ainda com o nome de Tears for Fears grava o quarto álbum, Elemental, lançado em 7 de junho de 1993. O álbum alcançou a posição 45 na Billboard 200 e o quinto lugar na UK Albums Chart. O single "Break It Down Again" alcançou o topo na Billboard Modern Rock Tracks. O seu quinto álbum, Raoul and the Kings of Spain, foi lançado em 6 de outubro de 1995. Apesar de levar o título da banda, foi realizado apenas por Roland Orzabal.

 

O álbum teve vendagem ruim, comparada aos álbuns anteriores. As músicas tem forte influência espanhola. O álbum marcou o retorno de Oleta Adams, fazendo um dueto com Orzabal na faixa "Me and My Big Ideas". A coletânea, Saturnine Martial & Lunatic foi lançada em 3 Junho de 1996. Roland Orzabal e Curt Smith se reencontram em 2003 com a intenção de obter novamente o sucesso. Em 2004, após atividades fraudulentas com seus outros negócios, Paul King foi processado por fraude e preso por três anos e meio, além de ser desqualificado. O seu sexto álbum, Everybody loves a Happy Ending, lançado em 14 de Setembro de 2004. Eles não gravavam juntos desde 1989. O álbum ficou na posição 46 na Billboard 200. Uma edição comemorativa do 30º aniversário do primeiro álbum The Hurting foi lançado em 21 de outubro de 2013. Em meados de 2015, a banda começou uma série de shows ao vivo nos EUA e no Canadá. Em julho de 2016, a banda tocou seus primeiros shows ao vivo no Reino Unido em mais de dez anos. Em 2017, a banda tocou no British Summer Time Festival no Hyde Park de Londres em 8 de julho e no Rock in Rio no Brasil em 22 de julho. A banda se apresentou em diversos festivais no Reino Unido e na Europa no verão de 2019.

 Rockdigital