Dr. John


Malcolm John Rebennack nasceu em New Orleans ,Louisiana no dia 21 de novembro de 1940, é um cantor, compositor, pianista e guitarrista americano. Quando estudava no Jesuit High School, ele já estava tocando em clubes noturnos, algo que os padres jesuítas desaprovavam. Disseram-lhe para parar de tocar em clubes ou sair da escola. Ele escolheu a segunda opção. A carreira de Rebennack como guitarrista foi prejudicado quando seu dedo anelar esquerdo foi ferido por um tiro enquanto ele estava defendendo o cantor / tecladista Ronnie Barron, seu colega de banda e amigo de longa data, em um show em Jackson, Mississipi.

 

Após a lesão, Rebennack concentrou-se em guitarra baixo antes de fazer o piano seu instrumento principal. Durante os anos 1950, ele vendeu narcóticos. Ele foi preso por porte de drogas e condenado a dois anos em uma prisão federal em Fort Worth, Texas. Sua sentença terminou em 1965 e partiu para Los Angeles onde se tornou um músico de sessão na cena de Los Angeles na década de 1960 e 1970. Dr. John sempre foi fascinado com o Voodoo de New Orleans e em Los Angeles. Ele se lembra de ler sobre o original Doctor John em sua juventude, um suposto príncipe senegalês que veio para New Orleans do Haiti, um curador medicinal e espiritual.

 

O médico era um negro livre que viveu em Bayou Road e afirmavam ter 15 esposas e mais de 50 crianças. Sua especialização era a cura, e como tal, na venda de gris-gris, amuletos vodu que protegiam o portador do mal. Gris-Gris tornou-se o nome do famoso álbum de estreia do de Dr. John em 1968. O primeiro single do álbum, "Iko Iko", entrou no Billboard Hot 100 de singles, foi classificado na revista Rolling Stone, na posição 143ª entre “Os 500 Maiores Álbuns de Todos os Tempos". Ele tocou piano para os Rolling Stones em 1972 na canção "Let It Loose". Em 1011 o Dr. John foi induzido no Rock & Roll Hall of Fame.

 Rockdigital