mitchell.jpg
Joni Mitchell

Roberta Joan Anderson, nasceu em Fort Macleod no dia 7 de novembro de 1943. É uma cantora, artista plástica e poetisa canadense. Em 1964, aos 20 anos, ela deixou o oeste do Canadá pela primeira vez em sua vida, indo para o leste de Ontário. Na viagem de trem de três dias até lá, Joan escreveu sua primeira música, "Day After Day". Ela parou no Mariposa Folk Festival para ver Buffy Sainte-Marie, uma cantora folk. Um ano depois, Joan também tocou nesse festival, seu primeiro show para um grande público. No final de 1964, Joan descobriu que estava grávida de seu ex-namorado. Em fevereiro de 1965, ela deu à luz uma menina. Incapaz de sustentar o bebê, ela colocou sua filha, Kelly, para adoção. Em março e abril, ela encontrou trabalho no Penny Farthing, um clube folk em Toronto. Lá ela conheceu o cantor folk americano nascido em Nova York, Charles Scott "Chuck" Mitchell. No final de abril de 1965, Joan deixou o Canadá pela primeira vez, viajando com Chuck Mitchell para os EUA, onde os dois começaram a tocar juntos. Joan se casou com Chuck em junho de 1965 e adotou seu sobrenome. Ela começou a tocar e compor. O casamento e a parceria de Joni e Chuck Mitchell terminou com seu divórcio no início de 1967, e ela se mudou para a cidade de Nova York para seguir seu caminho musical como artista solo. Ela se apresentou com frequência em cafés e clubes de folk. Joni tocava uma noite no Gaslight South, um clube em Coconut Grove, Flórida, quando foi assistida por David Crosby que a levou de volta para Los Angeles.

 

Joni assinou um contrato com a Reprise Records. Crosby convenceu a Reprise para gravar um álbum acústico solo, e sua influência lhe rendeu créditos de produtor, e o seu primeiro álbum, Song to a Seagull, que foi lançado em 23 de março de 1968. O seu segundo álbum, Clouds, foi lançado em abril de 1969. O álbum ganhou o seu primeiro Grammy Awards na categoria de Melhor Performance Folk. Em 1970, ela participou do Festival de Isle of Wight, na Inglaterra. O som de Mitchell já estava começando a se expandir além dos limites da música folk acústica e em direção ao pop e rock. Ela tomou a decisão de parar de fazer turnê por um ano e apenas escrever e pintar. O seu quarto álbum, Blue, foi lançado em 22 de junho de 1971, chegando ao Top 20 na Billboard 200 e também no Top 3 na UK Albums Chart. Mitchell decidiu retornar aos palcos ao vivo após o grande sucesso do álbum. O seu sexto álbum, Court and Spark, foi lançado em janeiro de 1974. O single "Help Me", se tornou o único single de Mitchell no Top 10 quando atingiu o sétimo lugar na Billboard Hot 100. O álbum recebeu quatro indicações no Grammy Awards, mas ganhou apenas na categoria de Melhor Arranjo, Instrumental e Vocais. Durante 1975, Mitchell também participou de vários concertos nas turnês Rolling Thunder Revue com Bob Dylan e Joan Baez. O seu oitavo álbum, Hejira, foi lançado em novembro de 1976, e alcançou a posição 13 na Billboard 200. O álbum foi escrito numa viagem de carro do Maine de volta a Los Angeles. O seu décimo álbum, Mingus, foi lançado em junho de 1979.

 

O álbum alcançou a posição 17 na Billboard 200. O seu segundo álbum duplo ao vivo, Shadows and Light, foi lançado em setembro de 1980. Mitchell gravou com o baixista e engenheiro de som Larry Klein, com quem se casou em 1982. O seu décimo quarto álbum, Night Ride Home, foi lançado em março de 1991. Foi o último de quatro álbuns que ela gravou pela Geffen Records. O seu décimo quinto álbum, Turbulent Indigo, foi lançado em 25 de outubro de 1994 pela Reprise Records, e ganhou o Grammy Awards na categoria de Álbum Pop do Ano. Em 1997, Mitchell foi induzida no Rock and Roll Hall of Fame. O seu décimo sétimo álbum, Both Sides Now, foi lançado em 8 de fevereiro de 2000. O álbum ganhou dois Grammy Awards nas categorias de Melhor Álbum Vocal Pop Tradicional e Melhor Arranjo Instrumental Vocalista Acompanhante pela canção "Both Sides Now" e um Juno Award de Álbum de Jazz Vocal do Ano. O seu décimo oitavo álbum, Travelogue, foi lançado em 19 de novembro de 2002. O seu décimo nono álbum, Shine, foi lançado em 25 de setembro de 2007 pela Hear Music, estreando na posição 14 na Billboard 200, sua posição mais alta nas paradas dos EUA desde 1976. Ela ganhou um Grammy Awards na categoria de Melhor Performance Instrumental Pop pela canção "One Week Last Summer". Mitchell disse que tem a síndrome de Morgellons, e em 2010 disse que planejava deixar a indústria da música. Em 2015, ela teve um aneurisma cerebral, que a obrigou a fazer fisioterapia, e participar de uma reabilitação diária. Em 7 de novembro de 2018, Joni Mitchell participou de Both Sides Now - Joni 75, uma celebração de aniversário em Los Angeles. Para comemorar o seu 75º aniversário.