Journey

É uma banda americana de rock. Em 1971, insatisfeito de estar na banda de Carlos Santana, o tecladista e vocalista Gregg Rolie resolveu sair. Pouco tempo depois, seu ex-parceiro de banda, o guitarrista Neal Schon toma a mesma decisão. O empresário de Carlos Santana, Walter Herbert havia se tornado muito amigo de Schon, e sugere ao guitarrista formar uma nova banda. O empresário convida George Tickner na guitarra, Prairie Prince na bateria, Ross Valory no baixo. Para o posto de vocalista, Gregg Rolie além de tecladista foi lembrado e aceitou participar do novo projeto. Estava formado em São Francisco o grupo Golden Gate Rhythm Section. Após a gravação de algumas demos-tapes, a banda resolve mudar de nome para Journey em 1973. Prairie Prince, deixou a banda e em seu lugar, foi chamado Aynsley Dunbar, que participou das gravações do primeiro álbum, Journey, lançado em 1975. Tickner também saiu da banda, e o vocalista Robert Fleischman chegou a ser contratado, mas durou pouco tempo. Para assumir os vocais da banda, Steve Perry foi contratado, e gravou em 1978 o quarto álbum na banda, Infinity, e o último com Aynsley Dunbar na bateria.

 

O sétimo álbum de estúdio, Scape, foi lançado em 1981. O álbum alcançou o topo na Billboard 200 e apresentou 4 singles na Billboard Hot 100, "Don't Stop Believin'","Who's Crying Now","Still They Ride" e "Open Arms".Foi o álbum de estúdio mais bem sucedido da banda. O seu oitavo álbum, Frontiers, lançado em 1983, alcançou a posição 2 na Billboard 200. O single "Separate Ways (Worlds Apart)" alcançou a posição 8 na Billboard Hot 100. Também ficou no topo na Mainstream Rock Tracks. Depois da turnê, o Journey decidiu tirar um tempo de folga. Quando o Journey voltou e gravou seu nono álbum, Raised on Radio, que foi lançado em 1986. A turnê do álbum foi filmada pela MTV e transformada em um documentário. Mas com Perry incapaz ou não querendo permanecer ativamente envolvido, a banda cancelou o resto da turnê e entrou em um hiato prolongado e indefinido. Em 1995, a banda se uniu e gravou o álbum, Trial by Fire, que foi lançado em 1996. Os planos para uma turnê subseqüente terminaram quando Perry, perturbado pela dor enquanto caminhava no Havaí no verão de 1997, ele descobriu que tinha uma doença óssea degenerativa e teria que realizar uma cirurgia de substituição do quadril,  deixando a banda permanentemente.

 

Em 1998, o baterista Steve Smith também deixou a banda. Em 1998, o Journey substituiu Perry por Steve Augeri. A banda contratou o baterista Deen Castronovo. Em 2005, a banda foi induzida na Calçada da Fama de Hollywood, embarcou em sua turnê de 30 anos e lançou seu décimo segundo álbum de estúdio, Generations. Em julho de 2006, Steve Augeri foi retirado da banda durante uma turnê com o Def Leppard, o site oficial referente a uma "infecção crônica na garganta". Augeri sofria de problemas de atrito vocal desde 2003. Jeff Scott Soto entrou na banda por vários meses como vocalista oficial. No verão de 2007, a banda contratou o vocalista filipino Arnel Pineda. O décimo quarto álbum de estúdio, Eclipse, foi lançado em 24 de maio de 2011. Em 2015, Deen Castronovo foi preso e acusado de agressão fisica a uma mulher. Como resultado, ele foi demitido e foi substituído por Omar Hakim na turnê da banda em 2015. Em 2016, Steve Smith voltou novamente como baterista. O Journey foi induzido no Rock and Roll Hall of Fame em 2017. Entre os indicados estavam o vocalista Steve Perry, o guitarrista Neal Schon, os tecladistas Jonathan Cain e Gregg Rolie, o baixista Ross Valory e os bateristas Aynsley Dunbar e Steve Smith.

 Rockdigital