KMFDM

É uma banda alemã de rock industrial. Criada oficialmente em Paris na França, em 29 de fevereiro de 1984, como um projeto de arte performática entre Sascha Konietzko e o pintor alemão e artista multimídia Udo Sturm, na abertura de uma exposição de jovens artistas europeus no Grand Palais. A primeira apresentação consistiu em Sturm tocando um sintetizador, Konietzko com um aspirador de pó e tocando baixo, e quatro mineiros de carvão poloneses que Konietzko conheceu em um bordel, batendo nas fundações do Grand Palais. O significado de KMFDM é uma frase alemã sem sentido e gramaticalmente incorreta Kein Mehrheit Für Die Mitleid, que significa, "Nenhuma maioria para a piedade". Udo Sturm saiu do grupo, mas Konietzko continuou a se apresentar, chegando a ter vinte pessoas em sua trupe. Konietzko então retornou a Hamburgo, onde se juntou a Peter Missing em sua nova banda, a Missing Foundation. O baterista En Esch também se juntou ao grupo. Depois de fazer algumas apresentações ao vivo, Konietzko e Esch saíram da Missing Foundation antes de qualquer gravação ser feita e voltaram a trabalhar como o KMFDM, colaborando com o proprietário do estúdio em Hamburgo, Raymond Watts. O primeiro álbum da banda, Opium, foi lançado em 1984, e se apresentaram pelos clubes e bares underground de Hamburgo. O  seu segundo álbum, What Do You Know, Deutschland?, foi lançado em dezembro de 1986, com algumas das músicas gravadas por Konietzko e Watts antes de En Esch ser um membro da banda.

 

A gravadora Skysaw Records deu ao álbum um segundo lançamento no Reino Unido em 1987 e apresentou a banda ao artista visual Aidan Hughes, geralmente creditado como Brute! que redesenhou a capa do álbum, e depois passou a projetar quase todas as capas dos álbuns da banda. Watts deixou a banda em 1988, para iniciar seu próprio projeto, a banda Pig. O KMFDM assinou um contrato com a Wax Trax! Records e lançou o seu terceiro álbum, Don't Blow Your Top, que foi liberado para distribuição nos EUA. A banda chegou aos Estados Unidos pela primeira vez em 16 de dezembro de 1988, e começou a excursionar com o Ministry. O KMFDM rapidamente se tornou parte da cena musical industrial de Chicago. Watts voltou à banda para trabalhar em seu oitavo álbum, Nihil, alcançou a posição 16 na Billboard Heatseekers e se tornou o álbum mais vendido da banda em 1985. Ele marcou as primeiras contribuições do baterista Bill Rieflin. No final do ano, Seattle se tornou a sede oficial do KMFDM. Watts deixou a banda para voltar a gravar com a banda Pig, e Esch também saiu. O nono álbum ,Xtort foi lançado em 1996. O álbum foi o primeiro da banda a alcançar as paradas na Billboard 200, na posição 92. O álbum Symbols, foi lançado em 1997 e alcançou a posição 137 na Billboard 200. O álbum Adios, foi escrito e realizado quase exclusivamente por Konietzko e o novo membro Tim Skold.

 

O contrato de dez álbuns da banda com a Wax Trax!/TVT terminou, e o álbum sinalizou a separação da banda. O KMFDM se desfez, ainda que temporariamente em 22 de janeiro de 1999, com apenas Konietzko e Skold permanecendo juntos. Schulz e Esch formaram a banda Slick Idiot, enquanto Konietzko e Skold se reagruparam como MDFMK, adicionando a vocalista Lucia Cifarelli para formar um trio. A banda lançou um álbum, MDFMK, pela Republic/Universal Records, e excursionaram pela América do Norte. Konietzko anunciou o retorno do KMFDM no início de 2001, e lançou o seu primeiro álbum depois de três anos de hiato, sendo o seu décimo segundo, Attak, lançado em março de 2002. O álbum alcançou a posição 11 na Billboard Independent Albums Chart. O baixista Skold saiu para se juntar a Marilyn Manson. Todos os membros da banda Pig de Watts se juntaram ao KMFDM. O guitarrista Jules Hodgson, o baterista Andy Selway e Steve White, junto com Watts e Cifarelli participaram da gravação do álbum, WWIII, lançado em 23 de setembro de 2003. Watts saiu da banda novamente. O seu vigésimo álbum, Hell Yeah, foi lançado em 18 de agosto de 2017. O seu vigésimo primeiro álbum, Paradise, foi lançado em 27 de setembro de 2019. O álbum apresenta a nova formação da banda com Sascha Konietzko e Lucia Cifarelli nos vocais, o baterista Andy Selway e o guitarrista Andee Blacksugar. O baixista Doug Wimbish, a vocalista Cheryl Wilson e o retorno de Raymond Watts na gravação.

 Rockdigital