Lorde

 

Ella Marija Lani Yelich-O'Connor nasceu em Auckland no dia 7 de novembro de 1996. É uma cantora e compositora neozelandesa de art pop e rock experimental. Em 2009, Ella Yelich-O'Connor, com então doze anos de idade, participou de um concurso de talentos promovido pela escola, localizada na cidade de Auckland. Interpretando a canção "Warwick Avenue", da cantora britânica Duffy, Ella Marija teve a sua apresentação gravada por um pai de um amigo e a gravação acabou por parar nas mãos de Scott Maclachlan, um agente que ficou impressionado com o seu talento. Em seguida, Maclachlan entrou em contato com Ella Marija e com os pais dela, falando sobre o futuro que a jovem poderia ter como artista. Ele acabou por se tornar o empresário da cantora, conseguindo para ela um contrato com a filial da Universal Music na Nova Zelândia. Mais tarde, Ella Marija adotou como nome artístico Lorde, pela sua fascinação pela aristocracia e pela realeza. Mas como todos os lordes britânicos são homens, a artista decidiu acrescentar a letra 'E' no final, de modo que seu nome fictício ficasse mais feminino. 

 

No início, a gravadora da artista teve a ideia de juntá-la com outros cantores locais para uma colaboração em conjunto, mas em nenhuma das tentativas o resultado agradou a equipe da jovem, que na época tinha apenas quatorze anos. O seu primeiro EP, The Love Club, foi lançado digitalmente em março de 2013 e disponibilizado em versão CD em maio. Lançado como primeiro single de divulgação, "Royals" alcançou a primeira posição na Nova Zelândia, no Canadá, no Reino Unido e nos EUA, ficando no topo por nove semanas consecutivas. Lorde se tornou conhecida a partir do single "Royals", que lhe rendeu o título de a mais jovem artista a conquistar o primeiro lugar da Billboard Hot 100. O seu single seguinte "Tennis Court" rendeu o seu segundo número um na Nova Zelândia. No dia 12 de setembro de 2013, Lorde divulgou um novo single, "Team", lançada como sua segunda canção de trabalho nos EUA. A canção obteve um desempenho comercial bastante favorável, alcançando a posição 7 na Billboard Hot 100. O seu primeiro álbum de estúdio, Pure Heroine, foi lançado em 30 de setembro de 2013. O álbum estreou em terceiro lugar na Billboard 200.

 

Com o álbum, Lorde recebeu quatro indicações ao Grammy Awards em 2013, vencendo nas categorias: "Canção do Ano" e "Melhor Performance Pop do Ano", por "Royals", com apenas 17 anos. Em abril de 2014, Lorde executou "All Apologies" com os membros sobreviventes do Nirvana durante a cerimônia de indução da banda no Rock and Roll Hall of Fame. No primeiro semestre de 2014, Lorde encabeçou vários festivais, incluindo o Festival Laneway em Sydney, Austrália, as três edições sul-americanas de Lollapalooza no Chile, Santiago, Buenos Aires, Argentina, e no Brasil em São Paulo, e participou também do Festival Coachella na Califórnia. Em 1 de agosto de 2014, Lorde atuou no Lollapalooza em Grant Park, Chicago. No Brit Awards de 2016, ela fez uma apresentação de "Life on Mars" em homenagem ao falecido David Bowie. O seu segundo álbum de estúdio, Melodrama, foi lançado em junho de 2017, e estreou no topo na Billboard 200, dando a Lorde  o seu primeiro álbum número um nas paradas. Lorde embarcou em uma turnê internacional, iniciando na Europa no final de 2017. 

 Rockdigital