David Bowie 

Nome artístico de David Robert Jones, nasceu em Brixton, Londres, em 8 de janeiro de 1947. Insatisfeito com seu nome artístico, na época Davy (e Davie) Jones, confundia com Davy Jones do The Monkees, o jovem músico renomeou seu nome artístico baseado no sobrenome de um americano do século XIX chamado Jim Bowie. Em 1969, a canção Space Oddity foi lançada meses depois para coincidir com o primeiro pouso na lua. Ficou em 5º lugar no top do Reino Unido. Desenvolveu o conceito que formaria a persona Ziggy Stardust: a fusão da personalidade de Iggy Pop com a música de Lou Reed. Em junho de 1972 foi lançado Starman, fez com que o Reino Unido focasse todos seus olhos em Bowie. Na Filadélfia lançou o disco Young Americans em 1975.  Aproveitando tal prestígio, as gravadoras relançaram Space Oddity de 1969, que então veio a ser a primeira canção do artista a atingir a primeira posição no Reino Unido. Em 1981, Bowie encontrou-se com o grupo Queen na Suíça e ambos realizaram um single, "Under Pressure", retratando a pressão social.

 

Em 17 de janeiro de 1996, David Bowie foi induzido no Rock and Roll Hall of Fame. Sua carreira como ator começa antes de seu avanço comercial como músico. Estudante de teatro de avant-garde e mímica com Lindsay Kemp, Seu primeiro trabalho teatral, interpretou o papel de Cloud na produção teatral de 1967 de Kemp chamada Pierrot in Turquoise, além de outros trabalhos. Em 1976, ganhou elogios por seu primeiro papel principal num grande filme, em The Man Who Fell to Earth, dirigido por Nic Roeg. Também interpretou o papel principal em Just a Gigolo de 1979, dirigido por David Hemmings. Entre 1980 e 1981, fez o papel principal de O Homem Elefante, produção tetral da Broadway. Em Christiane F., Bowie fez uma aparição como ele mesmo em um concerto na Alemanha. Absolute Beginners (1986), Labirinto - A Magia do Tempo de Jim Henson. A Última Tentação de Cristo de Martin Scorsese em 1988, entre outros. 


Em 2004, a revista Rolling Stone, consultando críticos e especialistas na área musical, classificou-o na 39ª posição em sua lista de 100 Maiores Artistas do Rock de Todos os Tempos, e na 23ª posição na lista de melhores cantores de todos os tempos. Bowie foi premiado com o Grammy Lifetime Achievement Award em 8 de fevereiro de 2006, que só é concedido a músicos que, durante suas vidas, deram contribuições criativas de importância artística excepcional no campo da gravação. Na noite do dia 10 de janeiro de 2016, dois dias após o seu sexagésimo nono aniversário e o lançamento do álbum Blackstar, David Bowie morreu em seu apartamento em Nova York, vítima de câncer de fígado.  Blackstar se transformou no único álbum de Bowie no topo da Billboard 200 nos Estados Unidos. O álbum permaneceu na posição de número 1 nas paradas britânicas por três semanas.

 Rockdigital