Sinéad O'Connor

Sinéad Marie Bernadette O'Connor nasceu em Glenageary, County Dublin, Irlanda no dia 08 de dezembro de 1966. É uma cantora e compositora irlandesa. Através de um anúncio que ela colocou no Hot Press em meados de 1984, ela conheceu Colm Farrelly. Eles recrutaram alguns outros membros e formaram a banda Ton Ton Macoute. A banda se mudou para Waterford, e ela logo deixou os estudos e os seguiu para Dublin, onde suas performances receberam críticas positivas. Em 10 de fevereiro de 1985, a mãe de O'Connor foi morta em um acidente de carro. Logo depois ela deixou a banda e se mudou para Londres. O'Connor assinou um contrato com a Ensign Records. Durante este tempo ela ficou grávida de seu baterista de sessão John Reynolds. A gravadora permitiu que O'Connor produzisse seu próprio álbum. O seu primeiro álbum, The Lion and the Cobra, foi lançado em 4 de novembro de 1987. O álbum alcançou a posição 36 na Billboard 200. O seu segundo álbum, I Do Not Want What I Haven't Got, foi lançado em 20 de março de 1990, e alcançou o topo na Billboard 200 e em mais 8 países. O single do álbum, "Nothing Compares 2 U", uma canção escrita por Prince, ajudado por um vídeo, a canção, se transformou num sucesso internacional, alcançando o topo das paradas em diversos países.

 

Na Irlanda, a canção alcançou o primeiro lugar e permaneceu durante 11 semanas. O'Connor ganhou o Grammy Awards de Melhor Performance de Música Alternativa, e ela se recusou a aceitar as nomeações e o prêmio. Também em 1990, O'Connor estrelou um pequeno filme independente irlandês Hush-a-Bye Baby dirigido por Margo Harkin. Em 1990, ela participou do show The Wall de Roger Waters, o ex-membro do Pink Floyd, em Berlim. Em 1991, sua versão de Sacrifice de Elton John foi aclamado como um dos melhores momentos no álbum de tributo Two Rooms: Celebrating the Songs of Elton John & Bernie Taupin. O seu terceiro álbum, Am I Not Your Girl?, foi lançado em 22 de setembro de 1992. O álbum de covers foi um fracasso comercial. Em 3 de outubro de 1992, O'Connor apareceu no Saturday Night Live como convidada. Ela cantou uma versão a cappella da "War" de Bob Marley, como um protesto contra o abuso sexual na Igreja Católica. Ela então apresentou uma foto do Papa João Paulo II enquanto cantava a palavra "mal", depois ela rasgou a foto e disse: "Lute contra o inimigo real", e jogou a foto para a câmera. O seu quarto álbum, Universal Mother, foi lançado em 13 de setembro de 1994. 

 

O EP, Gospel Oak, foi lançado em 1997, e apresentou canções baseadas em um ambiente acústico. O seu quinto álbum, Faith and Courage, foi lançado em 13 de junho de 2000. O seu sexto álbum, Sean-Nós Nua, foi lançado em 8 de outubro de 2002. O'Connor interpretou canções folclóricas irlandesas, incluindo várias na língua irlandesa. O'Connor lançou o álbum duplo, She Who Dwells in the Secret Place of the Most High Shall Abide Under the Shadow of the Almighty, com demos e faixas inéditas e um disco de uma gravação de concertos ao vivo em 2003. Logo após o lançamento do álbum, ela anunciou sua aposentadoria da música. Após um breve período de inatividade e um ataque com fibromialgia. O seu nono álbum, How About I Be Me (and You Be You)?, foi lançado em 20 de fevereiro de 2012. O seu décimo álbum, I'm Not Bossy, I'm The Boss, foi lançado em 11 agosto de 2014. Em 15 de novembro, O'Connor se juntou ao supergrupo de caridade Band Aid 30 junto com outros artistas pop britânicos e irlandeses, gravando uma nova versão da faixa "Do They Know It's Christmas?" no Sarm West Studios em Notting Hill, Londres, para arrecadar dinheiro para a epidemia do vírus Ebola na África Ocidental. Em 2017, O'Connor mudou seu nome para Magda Davitt. Depois de se converter ao Islã em 2018, ela mudou o seu nome para Shuhada 'Sadaqat.

 Rockdigital