Sinéad O'Connor

Sinéad Marie Bernadette O'Connor nasceu em Glenageary, County Dublin, Irlanda no dia 08 de dezembro de 1966. É uma cantora e compositora irlandesa Através de um anúncio que ela colocou no Hot Press em meados de 1984, ela conheceu Colm Farrelly. Juntos, eles recrutaram alguns outros membros e formaram uma banda chamada Ton Ton Macoute. A banda se mudou para Waterford, ela logo deixou os estudos e os seguiu para Dublin, onde suas performances receberam críticas positivas. Em 10 de fevereiro de 1985, a mãe de O'Connor foi morta em um acidente de carro. Logo depois ela deixou a banda e se mudou para Londres. O tempo de O'Connor como cantora no Ton Ton Macoute chamou-a atenção da indústria da música, e ela assinou um contrato com a Ensign Records. Durante este tempo ela ficou grávida de seu baterista de sessão John Reynolds. A gravadora permitiu que O'Connor, com 20 anos e depois de sete meses de gravidez, produzisse seu próprio álbum. Seu primeiro álbum The Lion and the Cobra foi uma sensação quando foi lançado em 1987. Seu segundo álbum, I Do Not Want What I Haven't Got ganhou atenção considerável e principalmente opiniões positivas. O álbum continha seu sucesso internacional "Nothing Compares 2 U", uma canção escrita por Prince, no seu projeto paralelo Family. Ajudado por um vídeo, a canção, transformou-se num sucesso internacional, alcançando o topo das paradas em diversos países. Na Irlanda, atingiu o primeiro lugar em Julho de 1990 e permaneceu ali durante 11 semanas. Ela finalmente ganhou o Grammy para Melhor Performance de Música Alternativa. O'Connor se recusou a aceitar as nomeações e o prêmio. 

 

Também em 1990, O'Connor estrelou um pequeno filme independente irlandês Hush-a-Bye Baby dirigido por Margo Harkin. Em 1990, juntou-se a muitos outros convidados para o show The Wall de Roger Waters, o ex-membro do Pink Floyd, em Berlim. Em 1991, sua versão de Sacrifice de Elton John foi aclamado como um dos melhores momentos no álbum de tributo Two Rooms: Celebrating the Songs of Elton John & Bernie Taupin. Em 1992 foi lançado, Am I Not Your Girl?. Um álbum com canções que ela tinha escutado enquanto crescia. O álbum foi um fracasso comercial. Em 3 de outubro de 1992, O'Connor apareceu no Saturday Night Live como convidada. Ela cantou uma versão a cappella da "War" de Bob Marley, como um protesto contra o abuso sexual na Igreja Católica. Ela então apresentou uma foto do Papa João Paulo II enquanto cantava a palavra "mal", depois ela rasgou a foto e disse: "Lute contra o inimigo real", e jogou a foto para a câmera. O álbum Universal Mother foi lançado em 1994. Ela viajou com o Lollapalooza em 1995, mas abandonou quando ela ficou grávida. O EP Gospel Oak seguiu em 1997, e apresentou canções baseadas em um ambiente acústico. O álbum Faith and Courage foi lançado em 2000, incluindo o single "No Man's Woman". Seu álbum de 2002, Sean-Nós Nua, O'Connor interpretou canções folclóricas irlandesas, incluindo várias na língua irlandesa. 

 

O'Connor lançou o álbum duplo, She Who Dwells in the Secret Place of the Most High Shall Abide Under the Shadow of the Almighty, com demos e faixas inéditas e um disco de uma gravação de concertos ao vivo em 2003. Logo após o lançamento do álbum, O'Connor anunciou sua aposentadoria da música. Após um breve período de inatividade e um ataque com fibromialgia, O'Connor afirmou em uma entrevista com a Harp Magazine que ela só pretende se aposentar de fazer pop rock, e depois de lidar com sua fibromialgia, optou por mudar para outros estilos musicais. Collaborations é um álbum que contém músicas gravadas durante a carreira de O'Connor, nas quais ela colaborou com uma variedade de artistas. O álbum de versões de reggae, Throw Down Your Arms apareceu no final de 2005 e foi recebido com críticas positivas. O'Connor passou um tempo na Jamaica em 2004. O'Connor lançou duas músicas de seu álbum Theology para download gratuito de seu site oficial. O álbum contém uma coleção de canções espirituais Rastafari, e foi lançado em junho de 2007. O seu álbum, How About I Be Me (and You Be You)?, foi lançado em 20 de fevereiro de 2012. O'Connor anunciou em seu site que ela estava "muito indisposta" e tinha sofrido uma avaria grave entre dezembro de 2011 e março de 2012. Cancelamento sua turnê e todas as outras atividades musicais para o resto de 2012. O'Connor retomou as turnês em 2013 com a The Crazy Baldhead Tour. O seu décimo álbum, I'm Not Bossy, I'm The Boss, foi lançado em 11 agosto de 2014. 

 Rockdigital