byrds.jpg
The Byrds

Foi uma banda estadunidense de rock. A banda foi formada em 1964 por Jim McGuinn, que mudou o nome para Roger McGuinn em 1967, Gene Clark e David Crosby. Quando ainda eram um trio gravaram a música "The Only Girl I Adore" com o nome de The Jet Set. Após tornarem-se um quinteto com a entrada do baixista Chris Hillman e do baterista Michael Clarke, eles passaram a ensaiar e gravar em Los Angeles e lançaram o single "Please Let Me Love You" e "Don't Be Long" sob o nome de The Beefeaters. Em 1964, eles assinaram um contrato com a Columbia Records e mudaram o nome para The Byrds. Em 20 de janeiro de 1965, a banda gravou a canção "Mr. Tambourine Man", de autoria de Bob Dylan. A canção recebeu um tratamento elétrico, no que ficou conhecido como folk rock, e alcançou o topo na Billboard Hot 100 e na UK Singles Chart. O seu primeiro álbum, Mr. Tambourine Man, foi lançado em 21 de junho de 1965. Ainda em 1965, o The Byrds gravou "Turn! Turn! Turn!", que se tornou a segunda canção número um da banda na Billboard Hot 100. O seu segundo álbum, Turn! Turn! Turn!, foi lançado em 6 de dezembro de 1965. No final de 1965 gravaram "Eight Miles High", uma das primeiras músicas psicodélicas.

 

Gene Clark abandonou a banda antes do lançamento do seu segundo álbum, Fifth Dimension, que foi lançado em 18 de julho de 1966. Em 1967, começaram a surgir tensões na banda, McGuinn e Hillman começaram a ficar irritados com Crosby. Neste mesmo ano, a banda tocou no Festival de Monterey Pop, com Crosby cantando a maioria das músicas e fazendo discursos entre as músicas sobre o assassinato de John Kennedy e sobre os benefícios do uso de LSD. Com as tensões aumentada, a banda despediu Crosby que se juntou a Stephen Stills e Graham Nash formando a banda Crosby, Stills & Nash. O guitarrista Clarence White se tornou um membro da banda oficialmente. O seu quinto álbum, The Notorious Byrd Brothers, foi lançado em 15 de janeiro de 1968. Após o lançamento do álbum, o The Byrds ficou reduzido, somente com McGuinn e Hillman, que chamaram Kevin Kelley para assumir a bateria e Gram Parsons para os teclados, e que posteriormente passou a ser o guitarrista da banda. Em janeiro de 1968, Gram Parsons abandonou a banda. Kelley largou a banda logo depois. Para substitui-los foram contratados o baterista Gene Parsons e o guitarrista Clarence White

 

Hillman abandonou a banda e em seu lugar entrou o baixista John York. O seu décimo primeiro álbum, Byrds, mas sem o nome da banda. O nome adotado foi Gene Clark, Chris Hillman, David Crosby, Roger McGuinn, Michael Clarke. O álbum foi lançado  em 7 de março de 1973 pela Asylum Records. Após a reunião, os cinco membros originais voltaram para suas próprias carreiras, com o lançamento servindo para marcar efetivamente o fim do The Byrds. Em 1973, Clarence White morreu atropelado e Gram Parsons morreu aos 28 anos de idade por overdose de drogas, morfina misturada de álcool. Como Parsons havia afirmado casualmente seu desejo de ser cremado quando morresse, duas pessoas, o empresário da banda Phil Kaufman e o roadie Michael Martin, roubaram seu corpo para realizar seu desejo, e foram detidos pela polícia. Gene Clark e Michael Clarke morreram em 1991. Em 16 de janeiro de 1991, os cinco membros originais do Byrds deixaram de lado suas diferenças para aparecerem juntos para a sua inclusão no Rock and Roll Hall of FameMichael Clarke morreu no dia 19 de dezembro de 1993 de insuficiência cardíaca. O baterista Kevin Kelley morreu de causas naturais em 2002 e o baixista Skip Battin, que sofria da doença de Alzheimer, morreu em sua casa em 2003.