W.A.S.P.

 

É uma banda americana de heavy metal. A banda começou após o término da Circus Circus, e foi formada em Los Angeles, Califórnia, em 1982 por Blackie Lawless (o vocal e guitarra rítmica, Randy Piper na guitarra solo, Rik Fox no baixo e Tony Richards na bateria. A banda ganhou destaque imediato por suas apresentações teatrais. Lawless era conhecido por amarrar modelos semi-nuas e simulava tortura e degolamentos, e também por lançar carne crua na plateia. Ainda em 1982 a banda lançou seu primeiro single "Animal (F*ck Like A Beast)", e tanto a letra quanto a arte gráfica causaram espanto e controvérsia. O acrônimo "W.A.S.P." é uma das maiores polêmicas em torno da banda, "White Anglo-Saxon Protestant". A primeira formação não durou muito tempo, Rik Fox foi demitido. Ele foi substituído por Don Costa. Pouco depois e a sua posição no baixo foi preenchida pelo próprio Lawless. Ao mesmo tempo, o guitarrista Chris Holmes também entrou para a banda. O W.A.S.P. assinou um contrato com a Capitol Records em 1983. O seu primeiro álbum, W.A.S.P., foi lançado em 17 de agosto de 1984, recheado de clássicos. 

 

O seu segundo álbum, The Last Command, foi lançado em 9 de novembro de 1985, atingindo a posição 47 na Billboard 200. O álbum marcou algumas mudanças na formação, com Steve Riley substituindo Tony Richards na bateria no início da turnê de 1984-1985. Tony foi expulso pelos seus problemas com drogas. Após a turnê do álbum, o guitarrista Randy Piper deixou a banda por motivos pessoais. O baixista Johnny Rod se juntou ao W.A.S.P., e Lawless voltou a tocar guitarra rítmica. O seu terceiro álbum, Inside the Electric Circus, foi lançado em 08 de novembro de 1986. O W.A.S.P. tornou-se alvo da Parents Music Resource Center, uma organização liderada por Tipper Gore e que lutava contra qualquer tipo de música que possuísse conteúdo explícito, seja ele sobre violência ou sexual. As casas de show em que a banda se apresentaria estavam recebendo ameaças de bombas, e os membros estavam recebendo ameaças de morte. Blackie Lawless foi baleado duas vezes em 1987, embora não tenha sido acertado. No entanto, todos esses acontecimentos geraram ainda mais publicidade e os álbuns da banda dispararam em vendas. 

 

Steve Riley acabou deixando a banda para se juntar ao L.A Guns. O seu quarto álbum, The Headless Children, foi lançado em 15 de abril de 1989, e foi o primeiro álbum sem nenhuma música com conteúdo sexual explícito. O álbum alcançou a posição 48 na Billboard 200. O guitarrista Chris Holmes, esposo da Lita Ford deixou a banda em agosto de 1989. A banda se separou efetivamente alguns meses depois, com Blackie Lawless embarcando numa carreira solo de curta duração. Chris Holmes voltou ao W.A.S.P. em 1996 após se divorciar e deixou a banda mais uma vez em 2002. Em abril de 2004, o W.A.S.P. lançou a primeira parte do "The Neon God", com o subtítulo de "The Rise". A segunda parte, "The Demise", foi lançado em setembro. Durante a sua turnê, a banda se apresentou pela primeira vez no Brasil em 2005. No início de 2006, entraram na banda o baterista Mike Dupke e o guitarrista Doug Blair, substituindo Darrell Roberts. Ainda antes do lançamento do seu décimo quinto álbum, Golgotha, que foi lançado em 2 de outubro de 2015, o baterista Mike Dupke deixou a banda. O W.A.S.P. fez uma turnê em 2017 para comemorar o 25º aniversário do lançamento do álbum, The Crimson Idol. O álbum, Reidolized (The Soundtrack to the Crimson Idol), foi lançado em 2 de fevereiro de 2018.

 Rockdigital