Annie Lennox

Annie Lennox nasceu em Aberdeen no dia 25 de dezembro de 1954,  é uma cantora e compositora escocesa. Na década de 1970, Lennox ganhou um lugar na Royal Academy of Music em Londres, onde estudou flauta, piano e cravo por três anos. Em 1976, Lennox foi flautista em uma banda chamada Dragon's Playground. Nesse mesmo ano, Lennox resolveu arranjar um emprego de garçonete para poder sobreviver, no Pippins Restaurant, em Hampstead. Entre 1977 e 1980, ela foi a cantora principal do The Turists, uma banda pop britânica e sua primeira colaboração com Dave Stewart. No início da carreira do Eurythmics, Lennox era conhecida por sua androginia,  vestindo ternos e depois representando Elvis Presley. Lennox foi forçada a desistir de se apresentar no Live Aid realizado no Wembley Stadium em 1985 devido a uma infecção grave na garganta. O Eurythmics nunca se separou oficialmente, Lennox fez uma pausa bastante clara de Stewart em 1990. Posteriormente, ela começou sua carreira solo. Lennox e Stewart voltaram a se reunir com o  Eurythmics no final da década de 1990 com o álbum Peace. O seu primeiro álbum solo, Diva, foi lançado em em 1992.

 

O álbum alcançou o topo das paradas no Reino Unido e ganhou o Melhor Álbum Britânico no Brit Awards de 1993, e ganhou o prêmio de Melhor Vídeo Musical Long Form no Grammy Awards no mesmo ano. Seu segundo álbum, Medusa, foi lançado em março de 1995. Lennox ganhou o Prêmio Grammy de Melhor Desempenho Vocal Pop Feminino com o single "No More I Love You". Lennox realizou um concerto único em grande escala no Central Park de Nova York. Em 1998, após a morte de Peet Coombes, ex-membro do The Turists, ela se reúne com Dave Stewart. Após a sua primeira apresentação em oito anos em uma festa de gravação, Stewart e Lennox começaram a escrever e gravar juntos pela primeira vez desde 1989. Isso resultou no álbum Peace. Em 2002, Lennox recebeu um Billboard Century Award, o mais alto elogio da revista Billboard. Em 2003, Lennox lançou seu terceiro álbum solo, Bare. Ela embarcou em sua primeira turnê como artista solo para promover o álbum. Em 2004, Lennox ganhou o Oscar pela Melhor Canção com "Into the West" do filme The Lord of the Rings: The Return of the King. A música também ganhou um prêmio Grammy e um prêmio Golden Globe. Em meados de 2004, Lennox embarcou em uma extensa turnê norte-americana com Sting. Em julho de 2005, Lennox atuou no Live 8 em Hyde Park, em Londres.

 

O seu quarto álbum solo, Songs of Mass Destruction, foi lançado em 1 de outubro de 2007 e foi o último álbum de estúdio do contrato da Lennox com a BMG, e alcançou o número 7 no Reino Unido e o número 9 nos EUA. A música "Sing", é uma colaboração entre Lennox e 23 cantoras, e foi gravada para arrecadar fundos e conscientização para o tratamento do HIV / AIDS, da Treatment Action Campaign. Para promover Songs of Mass Destruction, ela embarcou na turnê norte-americana Annie Lennox Sings, em outubro e novembro de 2007. Em 4 de junho de 2012, Lennox se apresentou no Concerto do Jubileu de Diamante da Rainha, em frente ao Palácio de Buckingham, em Londres, e em 12 de agosto se apresentou na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Verão de 2012. Em outubro de 2014, Lennox lançou seu sexto álbum solo, Nostalgia. O álbum alcançou o topo na Billboard Tops de Jazz dos EUA. Lennox recebeu oito British Awards, a maior premiação de uma artista feminina. Em 28 de janeiro de 2015, Lennox apresentou o concerto ao vivo, An Evening of Nostalgia with Annie Lennox, no Orpheum Theatre em Los Angeles. Em maio de 2019, Lennox lançou o EP Lepidoptera, contendo quatro canções de piano improvisadas.

 Rockdigital