squier.jpg
Billy Squier - The Stroke
Billy Squier

William Haislip Squier, nascido em Wellesley, Massachusetts no dia 12 de maio de 1950. É um músico americano de rock. Squier começou a tocar piano e guitarra em uma idade precoce, mas não levou a música sério até descobrir Eric Clapton com John Mayall & the Bluesbreakers e o Cream  no final dos anos 60, e tomar a decisão de seguir a música em tempo integral. Squier liderou a banda Piper e assinou um contrato de gravação com a A & M e lançou o álbum, Can't Wait em 1977, antes de se separarem. O seu primeiro álbum solo, The Tale of the Tape, foi lançado em maio de 1980, que lançou um rock moderado "You Should Be High Love", preparando o palco para o seu grande sucesso comercial. O seu segundo álbum, Don't Say No, foi lançado em 13 de abril de 1981. Foi o álbum de maior sucesso da carreira de Squier. O álbum alcançou o Top 5 na Billboard 200, e permaneceu nas paradas por 111 semanas. O primeiro single "The Stroke", alcançou a posição 17 na Billboard Hot 100, e foi um sucesso ainda maior nas rádios de rock, alcançando a terceira posição na Billboard Mainstream Rock Tracks

 

O seu terceiro álbum, Emotions in Motion, foi lançado em 23 de julho de 1982 e foi o seu segundo álbum consecutivo do Top 5 de Squier na Billboard 200. Ele contém o hit "Everybody Wants You", que alcançou a posição 32 na Billboard Hot 100, e permaneceu no topo na Billboard Mainstream Rock Tracks por 6 semanas. O seu quarto álbum, Signs of Life, foi lançado em julho de 1984. A música mais conhecida do álbum, "Rock Me Tonite", foi seu melhor hit e segundo single número 1 na Billboard Mainstream Rock Tracks por duas semanas, mas também é conhecido por seu vídeo notório que não estava em conformidade com papéis de gênero padrão ou expectativas de masculinidade na época. A imagem de Squier como um roqueiro guitarrista foi considerado como uma das principais razões para o declínio da sua popularidader, e foi considerado um dos piores videoclipes da história da MTV. O seu quinto álbum, Enough Is Enough, foi lançado em 27 de setembro de 1986. Foi o primeiro álbum a ser lançado sob seu segundo contrato de sete anos com a Capitol Records.

 

O álbum alcançou a posição 61 na Billboard 200, e incluiu o hit "Love Is the Hero", que contou com Freddie Mercury nos vocais de apoio. O seu sexto álbum de estúdio, Hear & Now, foi lançado em 14 de junho de 1989. Apresenta seu último sucesso "Don't Say You Love Me" na posição 58 na Billboard Hot 100, e alcançou a quarta posição na Billboard Mainstream Rock Tracks. O seu sétimo álbum, Creatures of Habit, foi lançado em 9 de abril de 1991. O álbum marcou uma nova desaceleração na carreira de Squier, quando estagnou na posição 117 na Billboard 200. O seu oitavo álbum, Tell the Truth, foi lançado em 4 de março de 1993. A canção "Angry", se tornou um modesto e seu último sucesso nas rádios. Não foi apoiado pela Capitol Records, fazendo com que Squier se afastasse da indústria da música por vários anos. O seu nono e último álbum, Happy Blue, foi lançado em 15 de setembro de 1998 de forma independente. Seu primeiro álbum de estúdio com materiais acústicos. Squier fez um show acústico especial no BB King's em Nova York no dia 30 de novembro de 2005.