Billy Squier

William Haislip Squier, nascido em Wellesley, Massachusetts no dia 12 de maio de 1950. É um músico americano de rock. Squier começou a tocar piano e guitarra em uma idade precoce, mas não levou a música sério até descobrir Eric Clapton com John Mayall & the Bluesbreakers e o Cream  no final dos anos 60, e tomar a decisão de seguir a música em tempo integral. Squier liderou a banda Piper e assinou um contrato de gravação com a A & M e lançou o álbum Can't Wait em 1977, antes de se separarem.

 

Implacável, Squier batalhou na sua carreira solo, lançando Tale of the Tape, em 1980, que lançou um rock moderado "You Should Be High Love", preparando o palco para o seu grande sucesso comercial. O segundo lançamento, Don't Say No, que trás a canção "The Stroke", que foi bastante executada nas rádio de rock com "In the Dark", "My Kinda Lover" e "Lonely Is the Night", todos foram exibidos na MTV recém-fundada, ajudando Squier a expandir sua popularidade ainda mais.

O sucesso de Squier continuou com Emotions in Motion de 1982, outro grande lançamento que tocou nas rádios e na MTV com a canção "Everybody Wants You". Squier  promoveu o álbum com uma turnê de arenas norte-americana abrindo shows para o Def Leppard. Squier continuou a lançar alguns álbuns ao longo dos anos, incluindo títulos como Enough Is Enough em 1986 e Hear & Now em 1989, Creatures of Habit em 1991, Tell the Truth em 1993, e Happy Blue em 1998. 

 Rockdigital