Buddy Guy 


George Guy nasceu em 30 de julho de 1936 em Lettsworth, Louisiana, é um guitarrista e cantor norte-americano de blues e rock. Com sete anos de idade Buddy fez a sua primeira guitarra, com um pedaço de madeira com duas cordas amarradas com os grampos de cabelo de sua mãe. Com ela passava o tempo nas plantações e desenvolvia as suas técnicas musicais. Depois ele ganhou a sua primeira guitarra de verdade, um violão acústico Harmony que hoje se encontra no Hall da Fama do Rock and Roll, em Cleveland, nos EUA pela sua indução em 2005. 

Guy começou a tocar em bares de Chicago e seu estilo foi bem aceito. Ele começou a chamar atenção. Resolveu, então, enviar uma fita para a gravadora Chess Records, selo tradicional do blues. Em 1967 gravou I Left My Blues em San Francisco, pela Chess Records. Em 1968 foi para a Vanguard Records e gravou dois álbuns clássicos: A Man and His Blues e Hold That Plane. A partir desta época seu estilo agressivo e selvagem de tocar, além de seu vocal rasgante, começaram a chamar a atenção de músicos do rock, principalmente os ingleses. 


Em 1972 sai Buddy Guy and Junior Wells Play the Blues, disco produzido por Eric Clapton, Tom Dowd e Ahmet Ertegum. Que pode ser considerado um dos melhores álbuns de Buddy, com clássicos do blues e composições próprias, num som límpido, simples e cru. Em 1974 Guy se associa ao baixista Bill Wyman dos Rolling Stones, que produz e toca no álbum ao vivo, Drinkin’ TNT ‘n’ Somkin’ Dynamite. Até quase o final dos anos 80 sua carreira declinou e só voltou a decolar a partir de 1989 quando Buddy abriu o clube “Buddy Guy Legends”, em Chicago, considerado o lugar preferido da maioria dos artistas de blues para se apresentar.

 Rockdigital