rip.png
Gene Vincent

Eugene Vincent Craddock, nasceu em Norfolk, Virginia no dia 11 de fevereiro de 1935. Foi um músico norte-americano de rockabilly. Em julho de 1955, enquanto ele estava em Norfolk, servindo na marinha, sua perna esquerda foi quebrada em um acidente de carro. Ele não permitiu que a perna fosse amputada, e a perna foi salva, mas o ferimento o deixou mancando e com dor. Ele usou uma bainha de aço ao redor da perna pelo resto de sua vida. Vincent se envolveu na cena musical local em Norfolk, mudou seu nome para Gene Vincent, e formou uma banda de rockabilly, a Gene Vincent and His Blue Caps. A banda ganhou reputação tocando em vários bares em Norfolk. Eles ganharam um concurso de talentos organizado pelo DJ Sheriff Tex Davis da rádio local, que se tornou empresário de Vincent. Em 1956 ele escreveu o single "Be-Bop-a-Lula", O DJ Sheriff providenciou uma demo da música a ser feita, e isso garantiu a Vincent um contrato com a Capitol Records. O primeiro álbum de Gene Vincent e a banda, Bluejean Bop!, foi lançado em13 de agosto de 1956. Ele assinou um contrato de publicação com a Lowery Group de editoras musicais em Atlanta, Geórgia. "Be-Bop-a-Lula" não estava no primeiro álbum de Vincent e foi escolhido como o lado B de seu primeiro single, "Woman Love". Antes do lançamento do single, a Lowery imprimia cópias promocionais de "Be-Bop-a-Lula" e as enviava para rádios de todo o país. A música foi escolhida e tocada por outras estações de rádio dos EUA, e se tornou um sucesso, chegando ao quinto lugar e passando 20 semanas na parada Pop da Billboard. 

 

A banda teve outro sucesso em 1957 com "Lotta Lovin'" alcançando a posição 13 e passando 19 semanas na Billboard. No mesmo ano, ele fez uma turnê pela costa leste da Austrália com Little Richard e Eddie Cochran no Sydney Stadium. O single "Dance to the Bop" foi lançado em 28 de outubro de 1957. Em 17 de novembro de 1957, Gene Vincent and His Blue Caps cantaram a canção no programa de TV do The Ed Sullivan Show. O single alcançou a posição 23 e passou nove semanas na Billboard. Foi o seu último single americano. Gene Vincent and His Blue Caps também apareceram várias vezes na Town Hall Party, o maior baile de música country da Califórnia, realizada no Town Hall em Compton, Califórnia. Uma disputa com as autoridades fiscais dos Estados Unidos e o American Musicians 'Union sobre os pagamentos à sua banda e o fato de ele ter vendido o equipamento da banda para pagar uma conta de impostos levou Vincent a se mudar para a Europa. Em 15 de dezembro de 1959, Vincent apareceu no programa de TV de Jack Good, Boy Meets Girl, sua primeira aparição na Inglaterra. Após a aparição na TV, ele fez uma turnê pela França, Holanda, Alemanha e Reino Unido.  Em 16 de abril de 1960, durante uma turnê no Reino Unido, Vincent, Eddie Cochran e a compositora Sharon Sheeley se envolveram em um acidente de trânsito em alta velocidade em um táxi alugado em Chippenham, Wiltshire. Ele quebrou suas costelas e clavícula e danificou ainda mais sua perna enfraquecida. Sheeley quebrou a pelve. Cochran, que havia sido atirado do veículo, sofreu graves lesões cerebrais e morreu no dia seguinte. Vincent voltou aos EUA após o acidente. 

 

Após o sucesso da turnê pelo Reino Unido, Vincent se mudou para a Grã-Bretanha. Os seus problemas com o álcool arruinaram a turnê. As tentativas de Vincent de restabelecer sua carreira americana no folk rock e no country rock não tiveram sucesso. Em 1966 e 1967, nos Estados Unidos, gravou para a Challenge Records, e lançou três singles nos EUA, e o selo UK London lançou dois singles e reuniu gravações para o álbum, Gene Vincent, lançado em 1967. Em 1968, em um hotel na Alemanha, Vincent tentou atirar em Gary Glitter. Ele disparou vários tiros, mas errou e um assustado Glitter deixou o país no dia seguinte. O seu álbum, I'm Back and I'm Proud, foi lançado em 1969 pela Dandelion Records. Suas últimas gravações nos EUA foram quatro faixas para o selo Rolling Rock, algumas semanas antes de sua morte. Estes foram lançados em um álbum de compilação de canções de tributo, incluindo "Say Mama", de sua filha Melody Jean Vincent. Mais tarde, ele gravou quatro faixas, lançadas anos depois como The Last Session na Grã-Bretanha em outubro de 1971 como parte de sua última turnê. Ele administrou um show no Garrick Night Club em Leigh, Lancashire, e dois shows no Wookey Hollow Club em Liverpool no dia 3 e 4 de outubro. Vincent então retornou aos EUA e morreu alguns dias depois. Gene Vincent morreu no dia 12 de outubro de 1971, aos 36 anos de úlcera estomacal rompida, enquanto visitava seu pai em Saugus, Califórnia. Gene Vincent foi Incluído no Rock and Roll Hall of Fame em 1998.