Linda Ronstadt

Linda Ronstadt nasceu em Tucson, Arizona no dia 15 de julho de 1946. É uma cantora americana. Aos 14 anos, Ronstadt formou um trio folk com seu irmão Peter e sua irmã Gretchen. O grupo tocou em cafés, casas de fraternidade e outros pequenos locais, como Union City Ramblers e The Three Ronstadts, e até gravaram em um estúdio em Tucson com o nome de The New Union Ramblers. Em 1964, após um semestre na Universidade do Estado do Arizona, com 18 anos, ela decidiu se mudar para Los Angeles para formar uma banda com Bobby Kimmel e com o guitarrista e compositor Kenny Edwards. Os três foram contratados pela Capitol Records no verão de 1966 como The Stone Poneys. O trio lançou três álbuns entre 1967 e 1968. A banda foi conhecida por seu single de sucesso "Different Drum" que alcançou a posição 13 na Billboard Hot 100, e a posição 12 na revista Cashbox. O seu primeiro álbum solo, Hand Sown ... Home Grown, foi lançado em 17 de março de 1969. Foi considerado o primeiro álbum country alternativo de uma artista feminina. O seu segundo álbum solo, Silk Purse, foi lançado em 13 de abril de 1970. O single "Long, Long Time", ganhou sua primeira indicação ao Grammy Awards na categoria de Melhor Performance Vocal Contemporânea / Feminino. A sua banda de apoio incluiu Don Henley, Glenn Frey, Bernie Leadon e Randy Meisner, que formaram o Eagles. Eles viajaram com ela por um curto período em 1971 e tocaram no seu terceiro álbum solo, Linda Ronstadt, lançado em 17 de janeiro de 1972.

 

O seu quinto álbum, Heart Like a Wheel, foi lançado em novembro de 1974. Foi o seu primeiro álbum a alcançar ao topo na Billboard 200 e ganhar o seu primeiro Grammy Awards na categoria de Melhor Performance Vocal Country / Feminino por "I Can't Help It (If I'm Still in Love with You)", um cover de Hank Williams. O seu sétimo álbum, Hasten Down the Wind, foi lançado em agosto de 1976, e alcançou o Top 3 na Billboard 200 e ganhou o seu segundo Grammy Awards na categoria de Melhor Performance Pop Vocal Feminina. O seu nono álbum, Living in the USA, foi lançado em 19 de setembro de 1978, sendo o seu terceiro álbum no topo na Billboard 200. Ronstadt fez uma aparição no palco com os Rolling Stones no Tucson Community Center no dia 21 de julho de 1978, em sua cidade natal, Tucson. O seu álbum, What's New, foi lançado em 1983, e passou 81 semanas na Billboard 200, alcançando o terceiro lugar. O seu álbum, Canciones de Mi Padre, com canções folclóricas mexicanas tradicionais, foi lançado em 24 de novembro de 1987. O álbum ganhou um Grammy Awards na categoria de Melhor Performance Mexicano-Americana, e se destacou como o álbum não-inglês mais vendido da história da música americana. Em 2013, o álbum vendeu mais de 2 milhões e meio de cópias nos EUA. O seu álbum, Mas Canciones, foi lançado em novembro de 1991, e ganhou um Grammy Awards na categoria de Melhor Álbum Mexicano / Mexicano-Americano. O seu álbum, Frenesí, com canções afro-cubanas conhecidas, foi lançado em setembro de 1992, e ganhou um Grammy Awards na categoria de Melhor Álbum Latino Tropical Tradicional.

 

Em 1987, ela alcançou o segundo lugar na Billboard Hot 100 com um dueto com James Ingram, "Somewhere Out There". O single fez parte do filme de animação An American Tail, e ganhou o Grammy Awards na categoria de Canção do Ano. Em 1989, Ronstadt lançou um álbum pop mainstream e vários singles populares. Cry Like A Rainstorm, Howl Like The Wind, e se tornou um dos seus álbuns de maior sucesso, sendo o seu décimo álbum no Top 10 na Billboard 200, alcançando o sétimo lugar. A sua última aparição ao vivo no Grammy Awards foi em 1990, quando ela e Neville cantaram "Don't Know Much". Em 1996, Ronstadt produziu Dedicated to the One I Love , um álbum de clássicos do rock and roll reinventado como canções de ninar. O álbum alcançou a posição 78 na Billboard 200 e ganhou o Grammy Awards na categoria de Melhor Álbum Musical para Crianças. O seu vigésimo quarto e último álbum, Hummin 'to Myself, foi lançado em novembro de 2004 pela Verve Records, e alcançou a posição 166 na Billboard 200. Em agosto de 2007, ela foi a atração principal do Newport Folk Festival, fazendo sua estreia neste evento. Foi um de seus últimos shows. Em 2011, Ronstadt foi entrevistada pelo Arizona Daily Star e anunciou sua aposentadoria. Em agosto de 2013, ela declarou que tem a doença de Parkinson e não consegue mais cantar. Seu diagnóstico foi posteriormente reavaliado como Paralisia Supranuclear Progressiva. Em 10 de abril de 2014, Linda Ronstadt foi induzida no Rock and Roll Hall of Fame. Em julho de 2019, ela foi selecionado como um homenageado do Kennedy Center