RicK Wakeman

Richard Christopher Wakeman nasceu em Londres no dia 18 de maio de 1949. É um tecladista de rock progressivo britânico. Quando Wakeman completou sete anos, seu pai pagou lições semanais de piano que durou onze anos. Em 1961, na escola Drayton Manor, Wakeman tocou em sua primeira banda de trad jazz, a Brother Wakeman and Clergymen. Em 1963, aos 14 anos, Wakeman se juntou ao Atlantic Blues, um grupo local de blues. Em 1966, ele se juntou ao Concordes, mais tarde conhecido como Concorde Quartet. Wakeman usou o dinheiro obtido de seus shows para comprar um Pianet, seu primeiro instrumento eletrônico. Naquele ano, ele também formou a banda Green Dolphin Trio. Em 1967, Wakeman participou da Ronnie Smith Band em Watford. Ele foi demitido no ano seguinte, mas foi reintegrado. O primeiro trabalho de Wakeman como músico de sessão e sua primeira vez em um estúdio de gravação foi com o guitarrista Chas Cronk que procurava um organista e arranjador para os membros da banda Ike & Tina Turner. Entre suas primeiras sessões ele tocou para a Junior's Eyes Band e em junho de 1969, tocou o Mellotron em "Space Oddity" de David Bowie. Wakeman continuou a tocar em várias faixas para o seu segundo álbum, David Bowie. Em 1969, Wakeman tocou piano para o Strawbs, uma banda de rock folk como músico de sessão no primeiro álbum, Dragonfly. Em março de 1970, ele se juntou à banda como um membro de tempo integral aos vinte anos. Durante as sessões do próximo álbum do Strawbs, Wakeman retomou o trabalho como músico de sessão.

 

O álbum final de Wakeman com o Strawbs, From the Witchwood, foi lançado em julho de 1971. Wakeman entrou para a banda Yes como tecladista no lugar de Tony Kaye em agosto de 1971 e tocou seu último show com o Strawbs para uma gravação da BBC para o programa de rádio de John Peel. No final de 1971, Wakeman assinou um contrato de gravação de cinco álbuns com a A & M Records. Em 1972, o Yes lançou o álbum, Close to the Edge. Tornou-se o seu álbum mais vendido desde a sua formação. The Close to the Edge Tour marcou a primeira vez que Wakeman usou uma capa no palco. Seu primeiro álbum solo, The Six Wives of Henry VIII, foi gravado em 1972. Após o lançamento em janeiro de 1973, o álbum alcançou a posição 7 no Reino Unido e o número 30 nos EUA. Em janeiro de 1974, durante uma pausa na Topographic Oceans Tour do Yes, Wakeman gravou seu novo trabalho, Journey to the Centre of the Earth, baseado no romance de Jules Verne. Em 18 de maio de 1974, ele confirmou sua saída do Yes para o seu gerente, Brian Lane. Em 1976, Wakeman começou um período de vida fora do Reino Unido como um exílio fiscal. Ele gravou seu quarto álbum solo, No Earthly Connection na França, de janeiro a março de 1976. Em novembro de 1976, o substituto de Wakeman no Yes, o músico suíço Patrick Moraz saiu no inicio do álbum Going for the OneWakeman retornou como membro em tempo integral. Lançado em julho de 1977, o álbum passou duas semanas no topo no Reino Unido e número 7 nos EUA. Durante a Going for the One Tour, Wakeman lançou o álbum Rick Wakeman's Criminal Record. Em março de 1980, após várias tentativas de ensaio para um novo álbum do Yes em Paris, Wakeman e Jon Anderson deixaram a banda.

 

Wakeman produziu sua primeira série de álbuns de new age, Country Airs, lançado em 1986 que foi para o topo das paradas de new age do Reino Unido. No final de 1988, Wakeman formou a Anderson Bruford Wakeman Howe com os ex-membros da banda Yes. O primeiro álbum, Anderson Bruford Wakeman Howe foi lançado em junho de 1989. Em 1990, o segundo álbum da banda foi interrompido quando o grupo uniu suas faixas com o álbum Union do Yes. Wakeman, juntamente com os membros das duas bandas se juntaram para formar o supergrupo Yes para uma turnê em 1991. Quando a turnê terminou um ano depois, Wakeman voltou a sair. No final de 1995, Wakeman voltou para o Yes pela quarta vez. Ele gravou o álbum Keys to Ascension com o Yes, mas saiu em 1997 antes da banda sair em turnê. Em 1998, Wakeman começou a trabalhar em Return to the Center of the Earth, um álbum para comemorar o 25º aniversário do álbum, Journey to the Center of the Earth. A gerência do Yes anunciou o retorno de Wakeman à banda pela quinta vez, em 16 de abril de 2002. Em outubro de 2006, Wakeman e Jon Anderson começaram uma turnê no Reino Unido. Em 2011, Wakeman se juntou à fraternidade dos Cavaleiros Templários. Em 2016, seguindo as solicitações dos fãs, Wakeman gravou versões de piano de "Life on Mars?" e "Space Oddity", com uma faixa original "Always Together", como uma homenagem a David Bowie após sua morte. Após o lançamento em janeiro de 2017, do álbum, Piano Portraits entrou nas paradas do Reino Unido no número 7 e se tornou o maior álbum nas paradas de Wakeman desde 1975. 

 Rockdigital