Slayer

É uma banda americana de thrash metal. A banda foi formada em 1981, quando o guitarrista Kerry King encontrou Jeff Hanneman numa audição. Os dois recrutaram o baixista e vocalista Tom Araya, que havia tocado com King anteriormente em outra banda. O baterista Dave Lombardo foi recrutado quando ele conheceu King entregando pizza. A banda começou tocando versões cover do Iron Maiden e Judas Priest em clubes e festas no sul da Califórnia. A banda se apresentou no Woodstock Club em Los Angeles, e foi vista por Brian Slagel, fundador da Metal Blade Records, que se reuniu com a banda no backstage e pediu-lhes para gravar uma canção original para a sua compilação, Metal Massacre III, lançada em 1983. A banda criou a canção "Aggressive Perfector", e assinou um contrato de gravação com a Metal Blade. O seu primeiro álbum, Show No Mercy, foi lançado em dezembro de 1983. O Slayer lançou o EP, Haunting the Chapel, em agosto de 1984. Após o lançamento do EP, o Slayer estreou na Europa no Heavy Sounds Festival na Bélgica fazendo a abertura para a UFO. Após a turnê nos Estados Unidos, King se juntou a Dave Mustaine e sua nova banda Megadeth, e King saiu após cinco shows O caso causou uma rixa entre King e Mustaine, posteriormente chegando a ser uma histórica rivalidade entre o Slayer e o Megadeth. O seu terceiro álbum, Reign in Blood, foi lançado em outubro de 1986, e tornou-se o primeiro álbum da banda a figurar na Billboard 200, na posição 94.

 

O baterista Lombardo deixou a banda e foi substituído por Tony Scaglione. No entanto, a esposa de Dave Lombardo o convenceu a retornar à banda em 1987. Em maio de 1992, Dave Lombardo saiu novamente da banda devido a conflitos com outros membros, e formou a sua própria banda, a Grip Inc., e o Slayer recrutou o baterista Paul Bostaph no seu lugar. O Slayer se apresentou no festival Monsters of Rock, no Castle Donington. O seu sexto álbum, Divine Intervention, lançado em setembro de 1994, alcançando o oitavo lugar na Billboard 200. Ainda em 1994, eles tocaram no festival Monsters of Rock na edição brasileira como uma das principais atrações. Em 1996, Bostaph deixou o Slayer, sendo recrutado o baterista Jon Dette do Testament, mas foi despedido depois de um ano, devido a um conflito com os membros da banda, e Bostaph retornou para continuar a turnê. O seu nono álbum, God Hates Us All foi lançado em 11 de setembro de 2001, mesmo dia dos atentados terroristas ao World Trade Center. O baterista Paul Bostaph deixou a banda logo antes do Natal de 2001, devido a uma lesão crônica no cotovelo. A turnê God Hates Us All estava inacabada, e Dave Lombardo retornou para terminar o resto da turnê como membro permanente. O seu décimo álbum, Christ Illusion foi lançado em 8 de agosto de 2006, e estreou em quinto lugar na Billboard 200. O single ganhou o prêmio Grammy de Melhor Performance de Metal no 49º Grammy Awards.

 

A banda lançou uma edição especial de Christ Illusion e a faixa bônus, "Final Six", que lhe rendeu o prêmio Grammy de Melhor Performance de Metal em 2008. Em fevereiro de 2011, Jeff Hanneman foi acometido por uma infecção em seu braço direito e teve de entrar em tratamento médico. Em 23 de abril de 2011, no show americano do Big 4, Hanneman se juntou a seus colegas de banda para tocar as duas últimas músicas no show. A banda se apresentou no Rock in Rio de 2013 no Brasil, no último dia de apresentações. No dia 21 de fevereiro de 2013, o baterista Dave Lombardo foi despedido do Slayer, e John Dette foi chamado para substituir Lombardo na Soundwave. Jeff Hanneman morreu em 2 de maio de 2013 de cirrose relacionada ao álcool, em um hospital no sul da Califórnia, perto de sua casa. Foi confirmado que Lombardo estava oficialmente fora do Slayer pela terceira vez e, em maio, Paul Bostaph voltou à banda. O Slayer assinou um contrato com a Nuclear Blast Records. O seu décimo segundo álbum, Repentless, foi lançado em 11 de setembro de 2015, alcançando a posição 4 na Billboard 200.  Em 22 de janeiro de 2018, o Slayer anunciou sua turnê mundial de despedida, que começou na América do Norte em maio e junho. O Slayer fez um show no México no Force Fest em outubro de 2018. A turnê de despedida continuou em 2019. Apesar de ser referido como uma turnê de despedida do Slayer, o gerente Rick Sales, afirmou que a banda não está terminando, mas não tem intenção de voltar a se apresentar ao vivo.

 Rockdigital