The Stooges

É uma banda de proto-punk americana. James Osterberg foi inspirado pela primeira vez a formar a banda depois de conhecer o baterista Sam Lay durante uma visita a Chicago. Ao retornar a Detroit, Osterberg procurou criar uma nova forma de música blues não tradicional. O guitarrista Ron Asheton, o baterista Scott Asheton e o baixista Dave Alexander formaram o resto da banda, com Osterberg como vocalista principal. Os membros da banda apelidaram Osterberg de Pop em homenagem a um personagem local de quem Osterberg se assemelhava. Logo após assistir a um show do MC5 em Ann Arbor, Osterberg começou a usar o nome artístico Iggy Pop.  A estréia da banda em 1967 foi na casa comunal da State Street na noite de Halloween, seguida de seu próximo show ao vivo, em janeiro de 1968. Durante esse período, o Stooges foi originalmente chamado de Psychedelic Stooges. Em 1968, Danny Fields, da Elektra Records, estava em Detroit para ver o show do MC5, e acabou assistindo ao The Stooges também. Fields gostou da banda e fechou um contrato para a gravação de três álbuns. O seu primeiro álbum, The Stooges, foi lançado em 5 de agosto de 1969. As vendas não foram muito boas. A banda se mudou para Los Angeles, onde eles gravaram o segundo álbum, Fun House, lançado em 7 de julho de 1970.

 

Nesse período, eles moraram num lugar com esse nome. O saxofonista Steve Mackay foi contratado pela banda. Após a gravação do álbum, Dave Alexander saiu da banda e foi substituído por uma sucessão de novos baixistas, como Zeke Zettner e James Recca. A banda adicionou um segundo guitarrista, o roadie Billy Cheatham, que foi rapidamente substituído por James Williamson. O segundo álbum fracassou nas vendas e desta vez a Elektra não quis arriscar um terceiro trabalho. Sem rumo, a banda praticamente encerrou a carreira, enquanto Iggy Pop tentava se livrar do vício da heroína. Iggy Pop conheceu David Bowie em setembro de 1971. David Bowie trouxe Iggy Pop e James Williamson para a Inglaterra e conseguiu um contrato com a Columbia Records. A dupla tentou reconstituir o Stooges com músicos britânicos, mas Iggy convocou Ron e Scott novamente para a banda. O seu terceiro álbum, Raw Power, lançado em 7 de fevereiro de 1973, assinado agora como Iggy And The Stooges. A turnê rendeu o álbum ao vivo, Metallic K.O., lançado pela Sky Dog. Ele foi gravado na última apresentação do The Stooges, em fevereiro de 1974, no Detroit’s Michigan Palace. Depois do lançamento, a banda chegou ao fim. O baixista Dave Alexander morreu de edema pulmonar relacionado com a sua pancreatite em 1975.

 

Em 2003, Iggy Pop anunciou uma reunião dos integrantes do The Stooges. Mike Watt ocupou a vaga de baixista. Com o sucesso das apresentações da banda, iniciaram uma turnê mundial, e se apresentaram inclusive no Brasil, em 2005 no Festival Claro q é Rock em São Paulo. O seu quarto álbum, The Weirdness, foi lançado em 5 de março de 2007. Em 6 de janeiro de 2009, Ron Asheton morreu aos 60 anos, vítima de uma ataque cardíaco, foi encontrado em sua casa, mas acredita-se que ele já havia falecido há alguns dias. Em 2009 foi anunciado o retorno de James Williamson à banda. Em novembro do mesmo ano, o Stooges fez seu primeiro show com a nova formação no Festival Planeta Terra em São Paulo, Brasil. Em 2010 a banda foi induzida no Rock and Roll Hall of Fame depois de sete indicações. O seu quinto álbum, Ready to Die, foi lançado em 30 de abril de 2013, pela Fat Possum Records. O álbum estreou na posição 96 na Billboard 200. Em 2011, Scott Asheton ficou com a saúde debilitada tendo de ser substituído em alguns shows por Toby Dammit. Em 15 de março de 2014 Scott Asheton faleceu vítima de um ataque do coração. Iggy Pop afirmou em entrevistas que após a morte de Scott fica insustentável a continuação da banda. Em outubro de 2015, Steve Mackay faleceu aos 66 anos em decorrência de sepse. 

 Rockdigital