Carole King


Carole Klein nasceu no Brooklyn em Nova York no dia 9 de Fevereiro de 1942, é uma cantora e compositora americana. Ela começou a escrever em conjunto com o seu marido Gerry Goffin uma série de canções que acabaram por conquistar lugares de destaque nas paradas. Entre estas, destacam-se "Will You Love Me Tomorrow" cantada pelas The Shirelles. É dessa época a composição, também em parceria com o marido, "Chains" gravadas pelos Beatles no primeiro álbum da banda, Please Please Me. O casamento com Goffin terminou pouco depois. 

 

Em 1968, foi lançado o álbum, Now That's Everything Been Said, mas que acabou por ser um verdadeiro fracasso de vendas, devido a recusa de King em atuar ao vivo por ter medo de entrar no palco. O álbum Tapestry lançado em 1971, mostrou-se como o grande triunfo de Carole King. O disco acabou por ficar nos Tops durante mais de seis anos e conseguiu bater sucessivos recordes de vendas. Nesse mesmo ano, King lança Music, um digno sucessor do disco vencedor, e que trouxe consigo um novo single número 1, "Sweet Seasons". Os êxitos prolongaram-se depois em álbuns como Rhymes and Reasons de 1972 e Wrap Around Joy de 1974. 


"Speeding Time" de 1983 marcou o início do hiato de mais de seis anos, até à edição de City Streets de 1989, álbum que contou com a participação de Eric Clapton. O álbum Colour Of Your Dreams de 1993 incluiu a participação de Slash dos Guns n' Roses. Em 1996 foi a vez de lançar o álbum Time Gone By, em 1997 lançou Goin' Back dee Breaking Up Is Hard To e em 2001 Love Makes the World. A Carole King deve-se, em parte, a instituição e a criação de raízes no estilo hoje definido como singer/songwriter, então baseado em escolhas de melodias simples e levemente adornadas de pop/rock. Em 1990, King foi induzida, juntamente com Gerry Goffin, para o Rock and Roll Hall of Fame na categoria non-performer por suas composições realizadas.

 Rockdigital