Ike & Tina Turner

Foi um duo de R & B americano. Anna Mae e sua irmã frequentavam clubes noturnos em St. Louis, inclusive o Club Manhattan, onde ela conheceu Ike Turner e sua banda, King of Rhythm. Impressionada com a música e o talento de Ike Turner, Anna Mae sentiu vontade de fazer parte da banda. Desse modo, Ike Turner renomeou Anna Mae Bullock para Tina, porque o nome soava parecido como o nome da personagem Sheena do programa Sheena, Queen of the JungleTina se casou com Ike em 1958, adotando o nome artístico Tina TurnerIke escreveu uma canção "A Fool in Love", que originalmente seria gravada pelo vocalista da banda de Ike Turner, Art Lassiter. Mas ele faltou no dia da gravação e após muita insistência Ike Turner deixou Tina Turner gravar a canção, como um guia para que depois Art Lassiter gravasse sobre os vocais de Tina Turner. Após ouvir a demo, Dave Dixon convenceu Ike Turner a enviar a demo para Juggy Murray, presidente da Sue Records.

 

Depois de ouvir a demo, Murray ficou muito impressionado com os vocais de Tina Turner, que comprou a faixa por vinte e cinco mil dólares, e convenceu Ike Turner a transforma-la em uma cantora de show. Em 1960, formaram a dupla Ike & Tina Turner. O primeiro single da dupla, "A Fool in Love" foi lançado em julho de 1960, e se tornou um hit, alcançando a posição 27 na Billboard Hot 100. Turner adicionou um grupo de garotas de apoio que ele renomeou as Ikettes, e isso também levou à mudança do nome dos Kings of Rhythm quando começaram a se apresentar como o Ike & Tina Turner Revue. Entre 1964 e 1969, a dupla assinou com mais de 10 selos discográficos diferentes. Phil Spector procurou a dupla para trabalhar em "River Deep - Mountain High" em 1965. A música não foi um sucesso nos Estados Unidos, mas foi um grande sucesso na Europa, alcançando o número 3 nas paradas de singles do Reino Unido.

 

Isso levou a dupla à atenção de Mick Jagger, que em 1966 e em 1969 os convidou para visitar e abrir para os Rolling StonesIke & Tina regravaram a versão cover "Proud Mary" em 1971, pela qual a dupla ganhou um Grammy Award. Por volta dos anos 1970, o casamento de Tina Turner com Ike Turner sofreu desgaste, devido ao abuso de drogas e a agressividade de Ike Turner. O número das turnês e vendas de álbuns caíram e Ike Turner acusava Tina Turner pelo declínio da dupla, chegando até mesmo a agredi-la fisicamente. Tina Turner iniciou a sua carreira solo, paralela com a que tinha na dupla. Após o sucesso do single "Nutbush City Limits", ela lança o seu primeiro álbum solo, Turner Turns the Country On em 1974. O álbum teve um bom êxito comercial. Em 1978, Tina Turner se separa legalmente de Ike Turner e segue uma carreira bem sucedida. Ike & Tina Turner foram induzidos no Rock and Roll Hall of Fame em 1991. No dia 12 de dezembro de 2007, Ike Turner faleceu em San Marcos na Califórnia. 

 Rockdigital