Chuck Berry

Charles Edward Anderson Berry, nasceu em Saint Louis no dia 18 de outubro de 1926. É um compositor, cantor e guitarrista americano. Berry começou a tocar numa gravadora chamada Chess. As primeiras gravações de Chuck Berry, como Maybellene, de 1955, sintetizavam totalmente o formato rock and roll, combinando blues com música country. Em 1959, Berry convidou uma índia apache de 14 anos que havia conhecido no México para trabalhar em seu clube noturno em St. Louis. A garota acabaria sendo pega pela polícia, assim como Berry, que foi acusado de entrar com uma menor nos limites do estado com propósitos sexuais.

 

Ele foi condenado a cinco anos de prisão e multado em 5,000 dólares. Chuck foi solto em 1963, mas seus dias de glória ficaram para trás. Mesmo assim ele ainda obteve sucessos com "You never can tell" e "No particular place to go", lançada em 1964. Berry teve problemas legais novamente em 1979, quando foi considerado culpado de sonegação de impostos. Ele foi sentenciado a quatro meses de prisão e a cumprir 1,000 horas de trabalho comunitário fazendo shows beneficentes.

Em 1986, Keith Richards organizou para seu ídolo confesso um grande show para comemorar seus 60 anos, realizado em Saint Louis. Nele foi filmado o documentário Hail! Hail! Rock 'n' Roll, no qual Chuck Berry, acompanhado de Etta James, Julian Lennon, Robert Cray, Eric Clapton, entre outros convidados. Chuck Berry foi induzido no Rock and Roll Hall of Fame em 1986A polícia e os paramédicos do condado de St. Charles, no Missouri, atenderam uma chamada da casa de Chuck Berry, onde o encontraram inconsciente. Os paramédicos não conseguiram reanimá-lo e ele foi declarado morto, no dia 18 de março de 2017.

 Rockdigital