buddy-holly.jpg
Buddy Holly - Everyday
rip.png
Buddy Holly

Charles Hardin Holley, nasceu em Lubbock, Texas no dia 7 de setembro de 1936, foi um guitarrista, cantor e compositor americano. Aos 11 anos, Holley teve aulas de piano, mas as abandonou após nove meses. Ele mudou para o violão depois de ver um colega tocando e cantando no ônibus escolar. Na Roscoe Wilson Elementary, ele se tornou amigo de Bob Montgomery, e os dois tocaram juntos. Em 1952, Holley e Jack Neal participaram como uma dupla anunciada como Buddy and Jack em um concurso de talentos na TV local. Depois que Neal saiu, ele foi substituído por Bob Montgomery e eles foram chamados de Buddy and Bob. Os dois começaram a se apresentar no show Sunday Party na rádio KDAV em 1953 e se apresentaram ao vivo em Lubbock. A sua grande oportunidade surgiu quando fez a abertura de um concerto de Bill Haley & His Comets num espectáculo local. Holly assinou com a Decca Records em fevereiro de 1956. No contrato, a Decca escreveu incorretamente o sobrenome de Holley como Holly, e a partir de então ele ficou conhecido como Buddy Holly. Em 26 de janeiro de 1956, Holly participou de sua primeira sessão de gravação formal, que foi produzida por Owen Bradley. Em 22 de janeiro de 1957, a Decca informou a Holly que seu contrato não seria renovado, mas insistiu que não poderia gravar as mesmas canções para ninguém por cinco anos. Junto com Jerry Allison, o baixista Joe B. Mauldin e o guitarrista rítmico Niki Sullivan, ele foi para o estúdio de Petty em Clovis, Novo México. O grupo gravou uma demo de "That'll Be the Day”. Holly não pôde lançar o disco com seu nome por causa do seu contrato com a Deca, e Allison propôs o nome de The Crickets para a banda. 

 

Holly teve um acordo para o lançamento do single, deixando-o com o controle artístico e a responsabilidade financeira por gravações futuras. O single foi creditado ao The Crickets, e foi lançado em 27 de maio de 1957, e liderou a parada de Best Sellers in Stores dos EUA em 23 de setembro e ficou em primeiro lugar na UK Singles Chart por três semanas em novembro. Em 20 de setembro, Holly lançou "Peggy Sue", junto com "Everyday". Em outubro, "Peggy Sue" alcançou a terceira posição na Parada Pop e a segunda na Parada de R&B, e alcançou o sexto lugar na UK Singles Chart. Nos shows eles eram anunciados como Buddy Holly and the Crickets. O álbum, The "Chirping" Crickets, foi lançado em 27 de novembro de 1957, e alcançou a quinta posição na UK Albums Chart. Em outubro, foi lançado o segundo single dos Crickets, "Oh, Boy!", Com "Not Fade Away" no lado B. O single alcançou a posição 10 na Parada Pop e 13 na Parada R&BHolly and the Crickets cantaram "That'll Be the Day" e "Peggy Sue" no The Ed Sullivan Show em 1 de dezembro de 1957. Em 8 de janeiro de 1958, Holly and the Crickets se juntou à America's Greatest Teenage Recording Stars tour. Em março, a banda fez uma turnê pelo Reino Unido, fazendo 50 shows em 25 dias. No mesmo mês, seu primeiro álbum solo, Buddy Holly, foi lançado. Após seu retorno aos EUA, Holly and the Crickets se juntaram à turnê Big Beat Show de Allan Freed de 41 datas. Em abril, a Decca lançou o álbum, That'll Be the Day. Em junho, Holly viajou sozinho para Nova York para uma sessão de gravação solo. Durante uma visita aos escritórios da Peer-Southern, ele conheceu María Elena Santiago.

 

Ele a convidou para sair, e propôs casamento a ela em seu primeiro encontro. O casamento ocorreu em 15 de agosto. Em 21 de outubro de 1958, a última sessão de estúdio de Holly foi gravada no Pythian Temple na West 70th Street. Holly gravou quatro canções para a Coral Records em uma colaboração com a Orquestra Dick Jacobs, um conjunto de 18 peças composto por ex-membros da Orquestra Sinfônica da NBC. As quatro músicas gravadas durante a sessão foram, "True Love Ways", "Moondreams", "Raining in My Heart" e "It Doesn't Matter Anymore". Em dezembro de 1958, Holly se separou dos Crickets. A turnê Winter Dance Party começou em Milwaukee, Wisconsin, em 23 de janeiro de 1959. Em 2 de fevereiro, antes de sua aparição em Clear Lake, Iowa, Holly fretou um avião Beechcraft Bonanza de quatro lugares para ele e os seus músicos. A ideia de Holly era partir após o show no Surf Ballroom em Clear Lake, e voar para o próximo local, em Moorhead, Minnesota. Após o show em Clear Lake, que terminou pouco antes da meia-noite, Buddy HollyRitchie ValensJP Richardson, o Big Bopper e o seu piloto, Roger Peterson decolaram com mau tempo. Pouco depois das 12h55 de 3 de fevereiro de 1959, os quatro morreram instantaneamente quando a aeronave caiu em um milharal congelado cinco milhas a noroeste do aeroporto de Mason City, Iowa, logo após a decolagem. Holly tinha 22 anos. Esse evento inspirou o cantor Don McLean a criar a canção "American Pie" de 1971, e imortalizou o dia 3 de fevereiro como "o dia em que a música morreu". Buddy Holly foi incluído no Rock and Roll Hall of Fame no ano de 1986.