Del Shannon 

 

Charles Weedon Westover nasceu em Grand Rapids, Michigan, EUA, no dia 30 de dezembro de 1934. Foi um músico americano de country  e rock and roll. Westover foi convocado para o Exército em 1954 e, enquanto estava na Alemanha, tocou guitarra na banda The Cool Flames. Quando seu serviço terminou, ele voltou para Battle Creek, Michigan, onde morava e trabalhou como vendedor de tapetes e caminhoneiro em uma fábrica de móveis. Ele encontrou um trabalho de meio período como guitarrista rítmico no grupo do cantor Doug DeMott, o The Moonlight Ramblers, trabalhando no Hi-Lo Club. Quando DeMott foi demitido em 1958 por embriaguez, Westover assumiu como líder e cantor, dando a si mesmo o nome de Charlie Johnson e rebatizando a banda de Big Little Show Band. No início de 1959, ele acrescentou o tecladista Max Crook, que tocou um instrumento que chamou de Musitron, um dos primeiros sintetizadores da invenção de Crook que fez gravações e convenceu o disc-jockey de Ann Arbor, Ollie McLaughlin, a ouvir a banda. McLaughlin levou as demos do grupo para Harry Balke e Irving Micahnik da Talent Artists em Detroit. Em julho de 1960, Westover e Crook assinaram contrato para se tornarem artistas e compositores da Bigtop Records. Balk sugeriu que Westover usasse um novo nome, e eles criaram Del Shannon, combinando Mark Shannon, um pseudônimo de luta livre usado por um frequentador regular do Hi-Lo Club, com Del, derivado do Cadillac Coupe de Ville, seu carro favorito. Ele voou para a cidade de Nova York, mas suas primeiras sessões não foram bem-sucedidas.

 

McLaughlin então persuadiu Shannon e Crook a reescrever e regravar uma de suas canções anteriores, originalmente chamada de "Little Runaway", usando o Musitron como instrumento principal. Em 21 de janeiro de 1961, eles gravaram "Runaway", que foi lançado como single em fevereiro de 1961, alcançou o topo na Billboard Hot 100. Shannon seguiu com "Hats Off to Larry", que alcançou a quinta posição na Billboard e o segundo lugar na Cashbox no mesmo ano. O seu primeiro álbum, Runaway with Del Shannon, foi lançado em junho de 1961. Em 1963, ele se tornou o primeiro americano a gravar uma versão cover de uma canção dos Beatles, a versão de "From Me to You", que ficou nas paradas dos EUA antes da versão dos Beatles. Ele voltou às paradas com dois hits originais, "Keep Searchin'", que alcançou o terceiro lugar no Reino Unido o nono lugar nos EUA, e "Stranger in Town", na posição 40 no Reino Unido. Shannon abriu para Ike e Tina Turner em Dave Hull's Hullabaloo Club, em Los Angeles, Califórnia, no dia 22 de dezembro de 1965. Shannon assinou com a Liberty Records em 1966 e gravou os covers hits "The Big Hurt" de Toni Fisher e "Under My Thumb" dos Rolling Stones. No final da década de 1960, sem fazer sucesso há vários anos, Shannon se voltou para a produção musical. Em setembro de 1967, ele começou a criar as faixas do álbum, The Further Adventures of Charles Westover, que foi lançado em 1968. O álbum rendeu dois singles, "Thinkin 'It Over" e "Gemini". Em outubro, a Liberty Records lançou seu décimo e último single, "Raindrops", um cover hit de Dee Clark.

 

Em 1972, ele assinou contrato com a United Artists e gravou o álbum, Live in England, lançado em junho de 1973. Depois que ele e seu empresário buscaram em conjunto os royalties para Shannon, a Bug Music foi fundada em 1975 para administrar suas canções. Em 2011, quando a Bug foi adquirida pela BMG Rights Management, seu catálogo cresceu para incluir 250.000 composições. A carreira de Shannon desacelerou muito na década de 1970, em parte devido ao seu alcoolismo. Em 1978, ele parou de beber e começou a trabalhar em "Sea of Love", lançado em 1982 em seu décimo primeiro álbum, Drop Down and Get Me, produzido por Tom Petty. O álbum levou dois anos para ser gravado e contou com a banda de Petty, os Heartbreakers, apoiando Shannon. O selo RSO Records, com a qual Shannon foi contratado, fechou. O trabalho adicional no álbum foi feito pela Network Records. Foi o primeiro álbum de Shannon em oito anos. Em 1990, ele gravou com Jeff Lynne da Electric Light Orchestra, e havia rumores de que ele se juntaria aos Traveling Wilburys após a morte de Roy Orbison. Shannon sofreu de depressão vários anos. Em 8 de fevereiro de 1990, ele morreu devido a um ferimento à bala por suicídio com um rifle em sua casa em Santa Clarita, Califórnia. Após sua morte, os Traveling Wilburys o homenagearam gravando uma versão de "Runaway". Jeff Lynne também co-produziu o décimo segundo álbum de Shannon, Rock On, lançado postumamente em 1 de outubro de 1991pela Silvertone Records. Shannon foi induzido no Rock and Roll Hall of Fame em 1999. Ele também foi induzido no Michigan Rock and Roll Legends Hall of Fame em 2005. 

 Rockdigital