Living Colour

É uma banda americana de funk metal. Os três instrumentistas, o guitarrista Vernon Reid, o baixista Muzz Skillings e o baterista William Calhoun conhecem o vocalista Corey Glover e resolvem formar a banda em 1985, tendo Reid como líder. A banda começa a se apresentar em clubes e bares underground de Nova York. O nome Living Colour, ao contrário do que muitos pensam, não foi escolhido por causa da etnia de seus integrantes; foi inspirado em uma "vinheta" da rede de TV NBC. A banda causava muito impacto nas suas apresentações, principalmente por serem todos negros, por sua música "misturada" e pelos solos de guitarra altamente técnicos e velozes de Reid. Em um de seus shows, o vocalista Mick Jagger, dos Rolling Stones, estava entre a plateia, e ficou tão impressionado que ajudou que eles conseguissem um contrato com a Epic Records. O primeiro álbum de estúdio, Vivid, foi lançado em 03 de maio de 1988. O álbum alcançou a posição 6 na Billboard 200. A canção "Cult of Personality" ganhou um Grammy Awards na categoria de Melhor Performance de Hard Rock.

 

O Living Colour saiu em uma turnê internacional como banda de abertura dos Rolling Stones, o que fez com que eles ficassem mais conhecidos no exterior. O segundo álbum de estúdio, Time's Up, foi lançado em 28 de agosto de 1990 pela Epic Records. O álbum alcançou a posição 13 na Billboard 200.  A banda ganhou mais um Grammy Awards na categoria de Melhor Performance de Hard Rock. . Em 1991, o Living Color se juntou à turnê inaugural do Lollapalooza e lançou um EP Biscuits O baixista Muzz Skillings decide deixar a banda. Para assumir o baixo, os três chamam Doug Wimbish, um velho amigo deles. Em 1993, é gravado o álbum Stain, que tinha a versão cover de Sunshine of Your Love, do Cream. Essa faixa deu origem a um videoclipe e foi usada como trilha sonora do filme True Lies.  Mas, durante essas gravações, o guitarrista Vernon Reid, líder da banda, anuncia que vai deixar o grupo. Foi um choque para todos, que decidiram não continuar tocando sem Reid. Apesar de manter sua forte base de fãs, o Living Color se desfez em janeiro de 1995. 

 

Em 2000, depois de cinco anos sem o Living Colour, Vernon Reid, aos 43 anos de idade, anuncia que o a banda está de volta. Eles assinam um contrato com a Sanctuary Records. Em 2003, depois de dez anos sem novos trabalhos, é lançado o seu quarto álbum, Collideøscope, com destaque para as faixas cover "Back in Black" do AC/DC e "Tomorrow Never Knows" dos Beatles. Depois do lançamento do novo álbum, a banda fez uma série de apresentações, inclusive no Brasil em 2004. O seu quinto álbum de estúdio, The Chair in the Doorway, foi lançado em 15 de setembro de 2009. O Living Colour voltou mais uma vez ao Brasil para três shows em outubro de 2009, passando por Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro. Em 2010, a banda se apresentou na Virada Cultural de São Paulo. Em 2013, eles se apresentaram no Palco Sunset do festival Rock in Rio, tendo, como convidada, a cantora beninense Angélique Kidjo. O seu sexto álbum de estúdio, Shade, foi lançado em 8 de setembro de 2017. O álbum alcançou a posição 12 na Top Hard Rock Albums na Billboard

 Rockdigital