cray.jpg
Robert Cray

Robert William Cray nasceu em Columbus, Georgia no dia 1 de agosto de 1953. É um musico americano de blues. Cray tocou na sua primeira banda, The One-Way Street enquanto era estudante no Denbigh High School em Newport News, Virgínia. Depois sua família se mudou para Tacoma, Washington, onde ele frequentou a Lakes High School em Lakewood, Washington. Com a idade de 20 anos, ele assistiu um show de Albert Collins, Freddie King e Muddy Waters em um concerto e decidiu formar a sua própria banda. Eles começaram a tocar em cidades universitárias na costa oeste. No final da década de 1970, ele morou em Eugene, Oregon, onde formou a Robert Cray Band e colaborou com Curtis Salgado no Cray-Hawks. No filme National Animal House Lampoon de 1978, ele era o baixista não credenciado na banda Otis Day and the Knights. O seu primeiro álbum, Who's Been Talkin'?, foi lançado em março de 1980 pela Tomato Records. O seu segundo álbum, Bad Influence, foi lançado em 1983 pela Hightone Records, e foi o seu primeiro álbum a alcançar a Billboard 200 na posição 143.

 

O seu terceiro álbum, False Accusations, foi lançado em outubro de 1985, e alcançou a posição 68 na UK Albums Chart. O seu quarto álbum, Strong Persuader, foi lançado em 17 de novembro de 1986 pela Mercury Records e Hightone Records. O álbum alcançou a posição 13 na Billboard 200, e a produção de Dennis Walker recebeu um Grammy Awards. O single "Smokin 'Gun", tocou no filme Crossover. Sob o pseudônimo de Night Train Clemons, ele gravou com Ted Hawkins em 1986. Cray foi convidado por Keith Richards para se juntar à banda de apoio de Chuck Berry no filme Chuck Berry - Hail! Hail! Rock 'N' Roll de 1987. Ele teve a oportunidade de tocar ao lado de John Lee Hooker em seu álbum Boom Boom, tocando o solo de guitarra na música "Same Old Blues Again". Ele também tocou no álbum, The Healer de John Lee Hooker, tocando um solo de guitarra na música "Baby Lee". A Robert Cray Band foi a banda de apoio de John Lee Hooker na faixa-título do álbum, Mr. Lucky de 1992. 

 

Cray tocou com Eric Clapton, Buddy Guy, Jimmie Vaughan e Stevie Ray Vaughan no Alpine Valley Music Theatre em East Troy, Wisconsin, tocando "Sweet Home Chicago". Esta foi a última performance de Stevie Ray Vaughan antes de morrer em um acidente de helicóptero naquela noite. Cray foi convidado a tocar nos concertos do Guitar Legends em Sevilha na Espanha em 1992. Ele apareceu no Crossroads Guitar Festival, e apoiou Eric Clapton em sua turnê mundial 2006-2007. O seu décimo sétimo álbum, In My Soul, foi lançado em 28 de março de 2014, pela Provogue Records, e alcançou a posição 187 na Billboard 200, sua última entrada na parada americana. Em Fargo, Dakota do Norte, ele se juntou a Eric Clapton na guitarra de backup para a canção "Crossroads" da banda Cream. Em 2011, Cray foi induzido no Blues Hall of Fame e recebeu o American Music Lifetime Achievement Award for Performance em 2017. O seu vigésimo álbum, That I Heard, foi lançado em 28 de fevereiro de 2020 pela Nozzle Records, e alcançou o topo na Billboard Top Blues Albums.